Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Arpen-SP promove curso de Grafotécnica e Documentoscopia em Campinas

Publicado em: 13/11/2017
Campinas (SP) – Na tarde deste sábado (11.11), o Curso de Grafotécnica e Documentoscopia, promovido pela Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP), reuniu 95 pessoas entre oficiais e colaboradores de cartórios da região de Campinas.  O curso foi ministrado pela professora e perita judicial, Mara Cristina Tramujas Calabrez Ramos, no Hotel Nacional Inn, na cidade de Campinas. Clique aqui para ver as fotos do evento

O diretor Regional de Campinas, Fernando Carlos de Andrade Sartori, proferiu o discurso de abertura do curso, agradecendo a presença de todos, e também ressaltou que a função notarial e registral é garantir a segurança jurídica em todos os atos praticados. Além disso, frisou a importância do curso de Grafotécnica e Documentoscopia para aqueles que estão à frente do balcão. “No Brasil e no mundo existem muitos estelionatários, falsários e, normalmente, é nos cartórios que eles vão legitimar o golpe, destacou. ‘Nós sabemos como faz a diferença para o cidadão o carimbo, o selo aplicado”, finalizou.

Em seguida, Sartori passou a palavra a especialista, Mara Cristina Tramujas Calabrez, que explanou sobre a Documentoscopia, o conceito e como identificar um documento falso.
 
Para a professora, o objetivo do curso não é transformar alguém em perito, mas sim
, que o cartório desenvolva um Procedimento Operacional Padrão (POP) e que “todos façam análise da mesma maneira”, disse. “É muito mais fácil desenvolver um método do que cada um fazer de um jeito, porque quando tiver uma dúvida, converse com o colega, que já desenvolveu a habilidade para aquela análise”, finalizou. Os métodos adotados podem ser o de identificação e observação direta.


O curso, dividido em dois módulos, documentoscopia e grafotécnica, teve também a parte prática, no qual os alunos puderam ver como as falsificações acontecem e identificá-las.
 
Durante a palestra foi ressaltado outro ponto importante: os momentos frágeis que podem levar ao erro, como a grande quantidade de documentos, em que um fraudado pode se tornar legal; final de expediente e balcão cheio. Todos eles podem levar os colaboradores a cometer erros, caso não se tenha cuidado. “Tem que aprender a trabalhar nesse universo. Um funcionário seguro é rápido, eficaz e eficiente no processo de análise”, frisou a professora.
 
Os alunos distribuídos em grupos de funcionários de cada serventia, que analisaram assinaturas, tentativas de falsificação e conheceram instrumentos importantes para essa análise, como lupas e luzes especiais. Todo o material foi disponibilizado pela Arpen/SP.


Na palestra, além de destacar o perfil do fraudador a perita ressaltou que a fraude não é nova. “A fraude mais famosa é a do Cavalo de Tróia. Eles não usaram a força e sim a estratégia”, frisou. Segundo a professora, o falsário analisa o cartório antes de agir, sabendo tudo o que acontece, até os hábitos de cada serventia. ‘O fraudador não tem cara fraudador. Ele é paciente”, afirmou.
Após explanar sobre o tema de Grafotécnica, a palestrante encerrou o curso e agradeceu a presença de todos.

Veja como foi a avaliação deste curso por parte dos presentes:
 
Caroline Milene Siqueira Angelino – 2º Registro Civil de Campinas
O curso vai mudar muito a minha metodologia de trabalho, o modo de analisar um documento.  O quanto podemos melhorar em muitos aspectos. Também é muito importante nós atribuirmos novos conhecimentos, e até mesmo a parte de falsificações é interessante porque conseguimos perceber que é muito fácil ser enganado e que também é muito fácil percebemos que um documento está sendo falsificado.”

Registro Civil 2º Subdistrito de Campinas – Oficial substituta – Nilza Aparecida de Souza Robaina
O curso foi um dos melhores dos últimos tempos que participei. É um curso motivador e você consegue ficar alerta durante todo o tempo, porque o que a palestrante passou é de extrema necessidade para que as pessoas que trabalham diretamente no balcão, como os auxiliares escreventes possam lidar com os falsificadores.”

Marco Antônio – Titular do cartório de Souza Cruz, de Campinas
Este tipo de curso é bom porque a equipe tem que se atualizar. Inclusive, eu estou com uma funcionária que é nova, está fazendo pela primeira vez. Eu mesmo já fiz algumas vezes uns cursos e há outros aqui que já fizeram também. A atualização é sempre importante para oferecer um serviço de qualidade e com segurança.”

Ana Lúcia de Oliveira Honório – Escrevente do Cartório de Limeira
O curso é importante porque aprendemos detalhes que no dia a dia nos envolvem e nos ajudam a lidar com os problemas e as situações que surgem rotineiramente. Com as informações passadas no curso, nós temos um parâmetro para seguirmos.”

Álvaro Ernesto de Moraes Silveira – Oficial 3º Registro Civil
O curso é de muita importância nos tempos em que estamos vivendo agora, e estamos sujeitos a muitas fraudes de documentos. O curso é importante porque vem a elucidar muitos detalhes e condições para nos precaver de possíveis falsários.”

Helen Barrios Della Roza – Substituta
É importante a preocupação Arpen/SP e dos registradores em instruir os colaboradores para poder prestar um serviço de qualidade. Porque não é vir para o interior que o falsário acha que vai ter sucesso. As situações que a palestrante pontuou dos falsários sempre acontecem. Quem está há mais tempo no cartório consegue identificar, agora, para quem não tem muita experiência no balcão é complicado e este curso é bom para instruí-los.”

Lucas Feliciano da Silva – Escrevente substituto
O curso é bom para aprimorarmos cada vez mais o conhecimento, saber identificar o que acontece de diferente no nosso dia a dia.  Não deixar passar um ato que não seja correto.”

Fonte: Assessoria de Comunicação
Deixe seu comentário
 
 
323519

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 116.840.952
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

TJ/SP publica edital do 11º Concurso Público de Notas e Registros de SP

LEIA MAIS