Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Artigo - Não casados também podem adotar o sobrenome do companheiro - Por: Rodrigo Dalla Valle

Por Rodrigo Dalla Valle
Publicado em: 07/07/2014
Shalom. Há algum tempo é sabido que os direitos dos casados pelo regime de comunhão parcial de bens não é um benefício exclusivo para essa modalidade de união matrimonial.

A união estável, com o passar dos anos, tem assumido importante espaço na sociedade moderna, para aqueles que pretendem conviver como marido e mulher, mas não têm a intenção de realizar o enlace pelos meios documentais normalmente realizados através da celebração no cartório de registro civil.

Ocorre que, com a regulamentação da chamada união estável, muitos dos direitos previstos para os casados civilmente, também estão sendo estendidos aos companheiros que moram sob o mesmo teto.

Recentemente a Justiça decidiu que aqueles que convivem maritalmente, independentemente de serem casados conforme a lei, podem alterar o seu registro civil junto ao cartório, na intenção de incluir o sobrenome do companheiro ou companheira na sua certidão de nascimento.

O direito vem sendo reconhecido, inclusive diretamente em alguns cartórios de registro de pessoas naturais, onde se realizam os casamentos, entendendo que o nome faz parte da apresentação social do indivíduo, sendo, dessa forma, aceitável que aqueles que vivem como companheiros possam revelar essa vontade publicamente.

O que se tem observado da evolução do direito de família nesse aspecto e em outros é que os tribunais têm procurado atender mais ao aspecto da dignidade humana dos cidadãos, além de respeitar a sua liberdade individual de escolher a forma de união que mais lhe for conveniente, sem qualquer tipo de discriminação.

Certamente, o reconhecimento desses novos direitos faz com que a intenção da lei seja mais objeto de garantias sociais do que fator de discriminação e menosprezo pelas novas modalidades de família que vem surgindo.

Fonte: Jornal de Beltrão
Deixe seu comentário
 
 
796315

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 135.370.322
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Notícias do Diário Oficial

LEIA MAIS