Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Mais de 400 mil registros são digitalizados nos cartórios de Mogi

Publicado em: 22/08/2016
Registros de nascimento, casamento e óbito podem ser consultados on-line. Usuários podem pedir 2ª via da certidão de nascimento, óbito e casamento

Mais de 400 mil registros dos cartórios de Mogi das Cruzes foram digitalizados. O procedimento facilita a busca pela internet dos registros de nascimento, casamento e óbito. O acervo digital foi implantado em todo Estado e somente no cartório de Brás Cubas são 43.621 registros de nascimento, casamento e óbito - feitos desde 1976 - disponíveis para consulta.

A consulta dos 445.127 mil registros está disponível desde o começo do mês. No Cartório de Brás Cubas, o trabalho para a digitalização durou um ano e seis meses. Os dados dos livros, além de escaneados, também foram inseridos no portal de Registros Civis. “A prova física continua sendo o registro. A digitalização é uma segurança para os cartórios em casos de roubo, do acervo pegar fogo ou as páginas dos livros se rasgarem. Se acontece alguma coisa com os livros, agora nós conseguimos recuperar, antigamente não”, afirma o auxiliar de escrevente do cartório João Augusto Castro Rodrigues.

O titular do cartório, Evaristo Anésio de Melo, ao rever os primeiros livros do cartório, datados de 1954, disse que era muito difícil fazer todos os registros manualmente. “Antigamente tinha que ter uma caligrafia perfeita, letra redonda e dava um trabalho! Eu sou canhoto e era mais difícil ainda quando tinha que escrever nas primeiras páginas da esquerda do livro.”

De acordo com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP), foram digitalizados 26.439 certidões de nascimentos, 13.864 registros de casamento e 3.318 certidões de óbito no cartório nos últimos 40 anos.

Nos cinco cartórios de Registro Civil de Mogi (Shangai, Taiaçupeba, Brás Cubas, Jundiapeba e César de Souza), foram 274.934 digitalizações de nascimentos desde 1976. Outras 81.773 certidões de casamento e 88.420 de óbitos também foram digitalizadas.

Alto Tietê
Nos últimos cinco anos foram 2.791 registros de casamento em Arujá. Outros 1.131 certidões de casamento foram feitas em Biritiba-Mirim. Em Ferraz de Vasconcelos foram 6.111 desde 2011.

O cartório de Guararema registrou 957 casamentos, já o de Itaquaquecetuba teve 10.340 registros. Em Poá foram 6.093; 492 em Salesópolis; 2.093 em Santa Isabel e 9.514 casamentos em Suzano.

O número de nascimentos nos últimos cinco anos no Alto Tietê foi de 124.482, de acordo com a Arpen-SP. Em Arujá foram 8.113 registros e 1.659 em Biritiba-Mirim. Já em Ferraz o número de certidões de nascimento emitidas desde 2011 é de 13.527, enquanto que em Guararema a quantidade foi bem menor: 2.242 registros.

Em Itaquaquecetuba, o cartório registrou 27.217 nascimentos. Em Poá foram 6.503; 918 em Salesópolis; 4.112 em Santa Isabel e, 21.707 em Suzano.

O número de óbitos dos últimos cinco anos nas cidades da região é de 41.591. Em Arujá foram comunicadas 1.756 mortes; 453 em Biritiba-Mirim; 4.691 em Ferraz de Vasconcelos e 758 em Guararema.

Nos últimos cinco anos o cartório de Itaquaquecetuba registrou 7.263 óbitos, enquanto que, em Poá, foram 1,8 mil. 319 certidões de óbito foram emitidas em Salesópolis, 1.878 em Santa Isabel e 6.152 em Suzano.

Serviços
Além das buscas, as pessoas poderão solicitar a 2ª via da certidão em formato físico ou eletrônico, recebendo em casa, por e-mail ou retirando no Cartório mais próximo a sua escolha.

Para realizar a busca de um registro, o usuário deve se cadastrar no Portal para dar início ao procedimento. O valor das buscas de registros no Estado de São Paulo é de R$ 14,30, mas só serão possíveis as buscas nos registros feitos a partir de 1976. Caso solicite a certidão do registro pesquisado, o valor já pago na busca será abatido do valor da certidão.

Antes da disponibilização deste sistema, as pessoas deveriam possuir o maior número de informações possíveis do registro a ser localizado (nome, data do registro, local do registro, livro, folha e termo) e as buscas eram realizadas somente em cartório, com a presença do usuário. O novo sistema, além de tornar o serviço acessível em qualquer lugar do mundo, evita intermediação de terceiros que encareciam o serviço.

Fonte: G1
Deixe seu comentário
 
 
777765

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 131.528.672
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Corregedora Andrighi lança livro com histórias peculiares da magistratura

LEIA MAIS