Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

O sistema de adoção no Brasil é um dos temas de palestras do XI Congresso do IBDFAM

Publicado em: 06/07/2017
Maria Berenice Dias, vice-presidente do IBDFAM, será uma das palestrantes do XI Congresso Brasileiro de Direito das Famílias e Sucessões, que será realizado de 25 a 27 de outubro, no Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte. A desembargadora aposentada vai falar sobre o tema: “O sistema de adoção no Brasil atende ao melhor interesse da criança e do adolescente?”. Ela ressalta que o assunto tem sido alvo da preocupação do Instituto, diante dos inúmeros problemas apresentados ao longo dos anos.

“As condições, a demora, o desleixo e a desatenção com que estão sendo tratadas as crianças que permanecem institucionalizadas por muitos anos precisam ser discutidas. Retiradas ou entregues pelos pais à Justiça, às vezes ainda bebês, e diante de uma leitura absolutamente equivocada do ECA e da Constituição Federal, as crianças mofam nos abrigos e perdem o melhor de sua infância e, por conta da burocracia, não são disponibilizadas para adoção. Este quadro tem que mudar, por isso o IBDFAM elaborou o Estatuto da Adoção e pretende começar esta campanha em nosso Congresso Nacional, através do projeto 'Crianças Invisíveis'. Temos que alertar aos nossos Ibdermanos, sempre muito preocupados e comprometidos com a Justiça e com a Ética, para também abraçarem mais esse segmento”, explica.

Maria Berenice celebra as quase duas décadas de existência do Instituto e afirma que ele contribuiu para uma significativa mudança na área do Direito das Famílias, não só no Brasil, mas também levando conceitos para outros países. “Assumimos este compromisso e permitimos a percepção de que o mais importante na família é o vínculo entre as pessoas e não as instituições onde elas habitam, e que todos têm entre si a responsabilidade ética pelo surgimento desses vínculos afetivos. É esse novo paradigma que marcou indelevelmente um caminho sem volta trilhado graças ao IBDFAM”. Veja artigo sobre o afeto de autoria de Maria Berenice Dias.

Maria Berenice Dias faz questão de convidar todos aqueles que trabalham, acompanham e gostam do Direito das Famílias para comparecerem ao XI Congresso Nacional pois, segundo ela, será o momento de conhecer o novo, de se discutir o que está posto e de fazer uma reflexão para enxergar a realidade da vida como ela é. “Este é o compromisso de quem cuida do Direito das Famílias e esta é a marca do IBDFAM. Tenho certeza de que todas as pessoas que lá comparecerem, sairão encharcadas de ideias e interrogações, mas com muito entusiasmo para continuar lutando neste árduo caminho que estamos trilhando”, diz.

A advogada lembra que, dentre os inúmeros avanços conquistados pelo IBDFAM, estão o Estatuto da Diversidade Sexual, que contribuiu para o reconhecimento das uniões de pessoas do mesmo sexo como uma entidade familiar, e o próprio Estatuto da Adoção. “Antes do IBDFAM, nunca se falou neste País em filiação socioafetiva, abandono afetivo, multiparentalidade, famílias gestacionais, ou seja, avanços que começamos a reconhecer, mas que precisamos reforçar ainda mais”, complementa.

Clique aqui e acesse a programação completa do XI Congresso Brasileiro de Direito das Famílias e Sucessões

Inscrições

Se ainda não garantiu presença no XI Congresso Brasileiro de Direito das Famílias e Sucessões do IBDFAM, não perca mais tempo. Acesse o hotsite do evento e inscreva-se! As vagas são limitadas! Aproveite, até 31 de julho, os valores do segundo lote.

Trabalhos Científicos

Para os congressistas que planejam enviar seu trabalho científico para ser apresentado no Congresso, uma ótima notícia: a pedidos, o prazo final para a entrega foi prorrogado para até 15 de julho. A partir daí, a Comissão Científica do IBDFAM dará início ao processo de seleção de três deles. Os autores serão convidados a proferir palestras sobre os respectivos temas, que também serão publicados nos anais do evento. Clique aqui e acesse o regulamento.

Fonte: IBDFAM

Deixe seu comentário
 
 
649876

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 116.943.717
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

CDH aprova projeto que impede nova oportunidade para quem desistir de adoção sem justificativa

LEIA MAIS