Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Clipping – Revide - Ribeirão Preto registra 3,5 mil legalizações de dupla cidadania por mês

Publicado em: 11/09/2017
Desde o início do ano, foram 14 mil registros, segundo a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo

Os jovens de Ribeirão Preto têm buscado cada vez mais oportunidades no exterior. Após quatro meses do início de apostilamento pelos cartórios - reconhecimento de documentos para uso no exterior -, 14 mil legalizações já foram feitas na cidade, o que representa uma média de 3.500 registros mensais, segundo a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP).

De acordo com Leonardo Munari, presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg/SP) e oficial do 2º Cartório de Registro Civil da Vila Tibério, grande parte das legalizações é feita por jovens que desejam fazer graduação e especializações no exterior. Antes desses serviços serem prestados pelos cartórios, os documentos precisavam passar pelo Ministério das Relações Exteriores e depois pela embaixada do país que se desejava viajar, um processo que demorava meses.

Segundo a advogada especialista em processos de dupla nacionalidade Lucimara Basta Marcussi, Itália e Portugal estão entre os países mais visados pela população do sudeste em função de grande parte das pessoas serem descendentes de imigrantes desses lugares. "A dupla nacionalidade é muito almejada por jovens que planejam estudar na Europa. Integrantes da União Europeia têm acesso facilitado a universidades, até mesmo obter bolsas de estudos integrais", ela diz.

Maria Antonia Quaggio é uma dessas jovens que buscaram a dupla cidadania. Para Maria, isso serve como um plano B. "Meu pai sempre pensou em termos uma opção caso as coisas aqui no Brasil não estivessem boas", ela diz. Mas, desde que conseguiu a nacionalidade italiana, já aproveita as vantagens, como a não exigência de visto para a entrada em países da União Europeia.

Fonte: Portal Revide
Deixe seu comentário
 
 
993963

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 115.618.673
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

São Paulo recebe Workshop sobre a fé pública registral no sistema de transmissão de bens imóveis

LEIA MAIS