Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

A Suprema Corte de Israel negou o direito ao casamento homoafetivo nesta quinta-feira (31). 

Publicado em: 01/09/2017
"Para todos os efeitos, o direito civil israelense não reconhece o casamento do mesmo sexo", afirmou o juiz Elyakim Rubinstein, de acordo com o portal Pink News. "Portanto, o pedido dos peticionários de que o tribunal civil decida sobre a jurisdição dos tribunais rabínicos, que se aplica sob certas condições, não é aplicável aqui… Em essência, os peticionários pedem ao tribunal que reconheça o casamento entre pessoas do mesmo sexo via decisão judicial, apesar do fato de que a lei israelense não o reconhece."

A decisão foi unânime e apontou que em território israelense os tribunais rabínicos detém a palavra final sobre casamentos, de modo que como o Supremo local não é uma entidade eclesiástica, não pode decidir sobre matrimônios. 

Israel é considerado um dos países mais progressistas do Oriente Médio e cerca de 64% da população apoia o casamento homoafetivo.
Ainda assim, em julho uma parada do orgulho LGBT foi cancelada em Bersebá, uma cidade de cerca de 200 mil habitantes, após a polícia local afirmar que os opositores do evento representavam uma possibilidade violência letal.

Em julho de 2015, um judeu ultraortodoxo matou uma adolescente a facadas na parada LGBT de Jerusalém. Ele havia sido solto da prisão três semanas antes, onde cumpria pena atacar pessoas com facas no mesmo evento em 2005.

Fonte: Sputnik Brasil
Deixe seu comentário
 
 
877956

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 115.618.761
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Retificação ou Suprimento ou Restauração de Registro Civil - Registro Civil das Pessoas Naturais - Sidnei Gazoni - - Gisela Susana Ferrando Gazoni - - Mayara Ferrando Gazoni - - Luanda Ferrando Gazoni - - José Gazoni - - Arlette Ribeiro dos Santos

LEIA MAIS