Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Campanha “Seus Dados são Você” é lançada em São Paulo

Publicado em: 20/09/2017
O objetivo é promover uma discussão que envolva toda a sociedade sobre a importância de uma legislação de proteção aos dados pessoais
Foi lançada nesta terça-feira (19.09) a campanha “Seus Dados são Você: liberdade, proteção e regulação”, cuja iniciativa parte da Coalização Direitos na Rede, uma rede independente formada em julho de 2016 por organizações da sociedade civil, ativistas e acadêmicos que defendem a internet livre e aberta no Brasil. O lançamento aconteceu durante o VIII Seminário sobre Proteção de Dados Pessoais, no hotel Blue Tree Premium, em São Paulo.

O grupo tem o objetivo de conscientizar a sociedade civil sobre os riscos da falta de uma legislação que proteja os dados pessoais, envolvê-la na discussão e, consequentemente, conseguir ter voz no Congresso, pressionando a votação de projetos de leis sobre o tema que atualmente tramitam no Congresso, como o PL 5276/2016 e o PL 4060/2012.

Para Renata Mielle, coordenadora geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), a discussão do tema ainda está muito restrita a ambientes acadêmicos, ao setor privado envolvido diretamente com esses assuntos e a algumas organizações que atuam no campo da internet.

Segundo a conselheira do Comitê Gestor da Internet no Brasil, uma das entidades parte da Coalização, Flávia Lefèvre Guimarães, muitas vezes, as pessoas não percebem a importância de seus dados estarem protegidos, mas na medida em que a campanha apresentar casos que mostrem como o mau uso desses dados podem causar discriminação na hora de conseguir um emprego, de contratar um plano de saúde ou de definir qual tipo de tratamento de saúde a pessoa irá receber, elas começarão a ter essa consciência.

Para alcançar os objetivos propostos, a campanha trabalhará com a divulgação de vídeos no YouTube e WhatsApp, textos e iniciativas em escolas, que serão desenvolvidas com instituições parceiras, para atingir pais e familiares. Além disso, cada organização parte da Coalização, atualmente são vinte, também terá liberdade para criar estratégias de acordo com seu campo de atuação.

Uma das reivindicações do grupo é que a lei garanta a criação de um órgão regulador. “Não vai adiantar termos direitos fixados numa lei, que tratam de um ambiente tão etéreo que envolve, muitas vezes, os dados, não só dentro do nosso País, mas a transferência internacional destes, e não ter um órgão que tenha capacidade de fiscalizar e garantir que essa lei de fato seja cumprida”, explica Flávia.

De acordo com Rafael Zanatta, advogado e pesquisador em Telecomunicações e Direitos Digitais do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), além de disseminar informação, a campanha também tem o objetivo de pressionar a aprovação do texto final do PL 5276/2016 e a criação de um novo projeto de lei que preveja uma autoridade reguladora de proteção de dados pessoais.
Mais informações sobre a campanha podem ser acessadas pelo site:
 

Fonte: Assessoria de Comunicação
Deixe seu comentário
 
 
234219

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 132.978.075
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Retificação ou Suprimento ou Restauração de Registro Civil - Retificação de Nome - Mary Fernanda Ramos da Silva de Jesus

LEIA MAIS