Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

TJ-SP empossa Conselho Superior da Magistratura para o próximo biênio

Publicado em: 06/02/2018
Foi realizada na manhã desta segunda-feira (05.02), no Palácio da Justiça, a sessão solene de Abertura do Ano Judiciário e a Posse do Conselho Superior da Magistratura para o biênio 2018/2019. O evento contou com a presença de ministros e integrantes dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Prestigiou a cerimônia o governador do Estado, Geraldo Alckmin, o prefeito da Cidade de São Paulo, João Doria, além de desembargadores, juízes de Direito, juízes da Justiça Militar, integrantes do Ministério Público, defensores públicos, advogados e servidores.


O novo Conselho Superior da Magistratura é integrado pelos desembargadores Manoel de Queiroz Pereira Calças (presidente), Artur Marques da Silva Filho (vice-presidente), Geraldo Francisco Pinheiro Franco (corregedor-geral da Justiça), José Carlos Gonçalves Xavier de Aquino (decano) e os presidentes de Seções Getúlio Evaristo dos Santos Neto (Direito Público), Gastão Toledo de Campos Mello Filho (Direito Privado) e Fernando Antonio Torres Garcia (Direito Criminal). Os magistrados ficarão na direção do Poder Judiciário paulista até o final de 2019. O presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (ANOREG/BR), Claudio Marçal Freire representou todas as entidades extrajudicial.

A mesa de honra contou com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes;  o corregedor nacional da Justiça, ministro João Otávio de Noronha; o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deputado estadual Cauê Macris; o deputado federal Arnaldo Faria de Sá, representando a Câmara dos Deputados; o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio; o presidente da OAB-SP, Marcos da Costa.

Em seu discurso, que remontou à história do Judiciário paulista, o novo presidente do TJ-SP Manoel Pereira Calças, voltou a afirmar que o Poder Judiciário precisa ser respeitado e que se deve recuperar a ética na sociedade, tanto para governantes como governados. “Nosso País enfrenta dificuldades de grande envergadura e complexidade na seara política, econômica, social e moral. Malgrado os enormes problemas estruturais que afligem nossa nação e que trazem a todos insegurança e incertezas quanto ao nosso futuro. A ética a ser observada nas três esferas de Poder passa a constituir a pedra angular e perene, que precisa ser impressa na mente de nossa juventude”, disse Pereira Calças.


Finalizando a solenidade, Calças fez a promessa de cumprir fielmente a Constituição. “É importante destacar a todos os presentes, no cumprimento do mandato que me foi outorgado que pretendo exercer a representação e a gestão desta Corte, exclusivamente, à luz dos princípios da Constituição Federal e da Leis ne nosso País. Afirmo o compromisso de defender e lutar com todo o arsenal jurídico. Agradeço a todos os desembargadores que me confiaram a honrosa missão de dirigir, com a participação de todos, os destinos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo”, afirmou.

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), cumprimentou o novo presidente e agradeceu também o anterior, desembargador Paulo Dimas, pelo trabalho realizado. Ele destacou, entre as medidas positivas da gestão, as teleaudiências implantadas, as obras realizadas em quase 100 fóruns do Estado, a importância das audiências de custódia e o programa Acessa SUS — parceria do TJ-SP com Defensoria Pública, MP e governo, para reduzir o número de ações sobre a área de saúde. Alckmin também comentou sobre a atual conjuntura vivida: “Não é a primeira crise, nem será a última. São tempos difíceis no mundo todo. Só temos um caminho: fortalecer as instituições. Fora da lei é o caos”, afirmou.

Representando o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), na abertura da cerimônia, a desembargadora Silvia Rocha falou de respeito e ética no sistema jurídico. “A Constituição determina que a administração dos poderes do Estado obedeçam o princípio da moralidade reafirmando que a sua atuação e também a do judiciário deve se pautar pela retidão, boa fé e pelo cuidado com a dignidade do ser humano”.

Silvia agradeceu o convite que recebeu do presidente eleito e discorreu sobre a honradez e capacidade dos novos integrantes. “No último mês de 2017, esse Tribunal elegeu os novos membros dos seus órgãos de direção e, conhecendo a muitos, afirmo a capacidade de cada e declaro meu profundo respeito”, finalizou.

Seguindo com a solenidade, Marcio da Costa, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seção São Paulo (OAB-SP) falou sobre renovação e esperança. “Abertura do Ano Judiciário mostra-se como um momento propício para expressar sentimentos de jubilo para o trabalho que vem sendo realizado por todos que militam em prol da justiça e também é um momento de renovar as esperança diante de um novo comando”.

Representando o Ministério Público do Estado de São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio afirmou que o órgão estará à disposição do Tribunal “para que possamos continuar enfrentando os desafios deste ano que já se mostram enormes. Gostaria de deixar registrado que o TJ-SP pode contar com a cooperação do MP e que estamos prontos para a defesa da cidadania e do direito de todos”.

Fonte: TJ-SP
Deixe seu comentário
 
 
272185

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 123.851.305
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Governo Federal lança oficialmente o Documento Nacional de Identificação (DNI)

LEIA MAIS