Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

TJ/SP divulga comunicado sobre expediente de cartórios durante jogos do Brasil na Copa do Mundo

Publicado em: 08/06/2018
DICOGE 1.1
 
PROCESSO Nº 1996/121 – SÃO PAULO/SP – COLÉGIO NOTARIAL DO BRASIL – SEÇÃO DE SÃO PAULO
 
Às fls. 238 dos autos em epígrafe foi proferida a r. decisão que segue:
 
DECISÃO: Aprovo o parecer, por seus fundamentos que adoto. Expeça-se Comunicado, que deverá ser publicado no DJE em três dias alternados, conforme texto anexo. Publique-se. São Paulo, 6 de junho de 2018. - (a)GERALDO FRANCISCO PINHEIRO FRANCO - Corregedor Geral da Justiça.
 
COMUNICADO CG Nº 1063/2018
PROCESSO Nº 1996/121 – SÃO PAULO/SP
 
A Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo, à vista do Provimento CSM nº 2.474/2018, COMUNICA que nos dias em que a Seleção Brasileira de Futebol jogar, nos meses de junho e julho, no Campeonato Mundial de Futebol de 2018 será facultado às unidades do Serviço Extrajudicial de Notas e de Registro a adoção de horário de início do expediente, para atendimento ao público, às 12:00 horas e às 15:00 horas quando os jogos da Seleção Brasileira de Futebol tiverem início, respectivamente, às 09:00 horas e às 11:00 horas, e de encerramento do expediente às 12:00 horas quando os jogos tiverem início às 15:00 horas.
 
Ressalva-se que nas unidades em que houver opção pela alteração do horário de expediente será facultativo o fechamento para almoço conforme os horários de funcionamento já autorizados pelos MM. Juízes Corregedores Permanentes e que não haverá expediente em caso de superveniência de feriado nacional, estadual ou municipal para os dias de jogos da Seleção Brasileira, hipótese em que as unidades ficarão obstadas de funcionar, respeitado o plantão a que se refere o art. 4º, § 1º, da Lei nº 8.935/94 pelas unidades que o realizarem.
 
Nas unidades em que houver opção pela alteração do horário de expediente os prazos legais e normativos para as práticas de atos do ofício que tiverem seus termos finais na referida data ficarão prorrogados para o primeiro dia útil imediatamente subsequente.
 
Os responsáveis pelas unidades do Serviço Extrajudicial de Notas e de Registro deverão afixar, com antecedência mínima de 2 (dois) dias, cartaz comunicando a alteração do horário de funcionamento que, facultativamente, adotarem.
 
(08, 12 e 14/06)

Fonte: TJ/SP
Deixe seu comentário
 
 
571099

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 123.119.711
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Provimento permite casamentos de refugiados sem documentos em cartórios do Distrito Federal

LEIA MAIS