Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

TJ/SP realiza Sessão de Escolha e Outorga e finaliza 11º Concurso Público de SP

Publicado em: 03/02/2020
Nesta sexta-feira (31.01) foi realizada a Sessão de Escolha e Outorga do 11º Concurso Público das Serventias Extrajudiciais do Estado de São Paulo, no auditório do GADE MMDC, em São Paulo (SP). Na ocasião, os aprovados escolheram suas delegações de acordo com suas colocações e cartórios disponíveis.

Ao abrir a solenidade, o presidente da Comissão do 11º Concurso, desembargador Márcio Martins Bonilha Filho discursou sobre a importância do respeito aos princípios constitucionais. “Na data da escolha das serventias e em nome da banca examinadora, reafirmo o respeito aos princípios constitucionais da moralidade, da legalidade e da transparência em quadro de longeva iniciativa corajosa deste Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ/SP) perante a inércia do legislativo na regulamentação da matéria, que remonta há quase 21 anos”, declarou Filho.


 
Na sequência, o corregedor-geral da Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Ricardo Mair Anafe relembrou do 1º concurso extrajudicial realizado, e destacou que teve a honra de acompanhá-lo.
 
Segundo Anafe, o serviço dos notários e registradores de São Paulo tem sido um exemplo para todo o Brasil, e o atual certame contou uma banca de excelência que aprova candidatos de excelência. “O serviço notarial e registral de São Paulo tem sido um exemplo para todo o País. Uma banca de excelência acaba aprovando candidatos de excelência. Meus parabéns pela conquista e muito boa sorte”, disse.
 


Antes dos candidatos aprovados iniciarem a escolha das serventias, coube ao presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Geraldo Francisco Pinheiro Franco, encerrar a cerimônia de abertura. “O concurso que ocorre em São Paulo é motivo de muito orgulho para o Tribunal de Justiça. Ele não se executa nos demais estados com a mesma tranquilidade em que aqui ocorre. Por razões diversas, todos têm muitas dificuldades”, encerrou Franco.


 
A sessão de escolha foi iniciada pelo juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, José Marcelo Tossi Silva, que declarou, em entrevista exclusiva, a importância dos cartórios para o Tribunal de Justiça e Corregedoria Geral.
 
“Os cartórios devem ser providos na forma da Constituição e devem ser geridos e administrados por titulares concursados. A importância no Estado de São Paulo, da realização dos concursos e o provimento dos cartórios são considerados de extrema relevância pelo Tribunal de Justiça, pela Corregedoria Geral de Justiça e nos esforçamos ao máximo para que sejam feitos e concluídos com sucesso”, comentou o juiz auxiliar.


 
Durante a solenidade, a presidente da Associação de Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg/SP) e do Colégio Notarial do Brasil - Conselho Federal (CNB/CF), Giselle Dias Rodrigues Oliveira de Barros, e o presidente do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil (Irib), Sérgio Jacomino, estiveram presentes para prestigiar os candidatos aprovados.
 
“Esses concursos são muito importantes. É um orgulho para São Paulo que estejamos no 11º concurso e na iminência de começar o 12º. É muito importante para a carreira que os profissionais sejam escolhidos pela meritocracia, isso muda o perfil dos tabeliães e dos registradores”, declarou Giselle.


 
Após a Sessão de Escolha, a Anoreg/SP entregou um kit aos aprovados com cartazes de Selo Digital, Libras, Localize para atualizar o novo cartório, manuais e adesivos de libras, cartilha e bótons do cartório protege, pasta com orientações sobre a entidade e seus serviços, além de uma ficha de associação e duas revistas.
 


Confira aprovados
 
Após a audiência de escolha das unidades, os recém-empossados comentaram suas expectativas para as novas delegações. “Escolhi o Notas de Jundiaí primeiro porque tenho uma vocação para notas, sempre gostei e adoro a atividade. É uma atividade que exige muito do tabelião para prestar um bom serviço para a comunidade em que ele vai estar inserido”, explicou Marfisa Oliveira Cacau, agora tabeliã do 2º Tabelionato de Notas de Jundiaí.

"Ingressar numa atividade completamente nova exige um tempo de adaptação e aprendizado. Todavia, me preparei muito para esse momento e irei abraçar a nova fase com muita dedicação e alegria. Estou muito feliz pela escolha e mais feliz ainda de ingressar na atividade extrajudicial, que eu tanto admiro", conta Stael Bahiense de Araújo, que assumirá o Cartório de Registro Civil do 23º Subdistrito de Casa Verde, na capital. "Certamente será um período de muitas mudanças e desafios", completa Araújo.
 
“É um desafio muito maior do que eu tinha anteriormente, pois era tabelião de Ribeirão Bonito. Agora vou administrar muito mais pessoas. Terei contato com casos diferentes, com a velocidade muito maior do que a cidade em que eu estava. E agora é a tentativa em manter a qualidade do atendimento que eu prestava em Ribeirão Bonito agora em São Paulo e multiplicar isso pelos colaboradores que terei no cartório”, Henrique de Almeida Prado Franceschi, novo tabelião do 6º Tabelionato de Notas da Capital.
 
“Já sou da carreira. Tenho dez anos como registrador de imóveis em São Bento do Sapucaí. Dentro das opções que tinha em mente, o Guarujá foi o cartório com o qual mais simpatizei. A equipe é bastante motivada, e fiz uma escolha que considero bastante feliz”, Francisco José de Almeida Prado Ferraz Costa Junior, novo registrador do Registro de Imóveis do Guarujá.
 
“O motivo da minha escolha foi principalmente pelo fato da minha família e eu mesmo ser paulistano. Passei quatro anos e meio em uma serventia menor, e pude aprender bastante lá o procedimento de como um cartório funciona. Tive bastante experiência e me senti preparado para assumir desafios maiores”, Vladimir Segalla Afanasieff, novo registrador do 7º Registro de Títulos e Documentos da Capital.
 
Em breve o resultado final das escolhas será divulgado pelo TJ/SP.

  

Fonte: Assessoria de Imprensa
Deixe seu comentário
 
 
978085

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 136.197.696
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Clipping – G1 - Criança trans de 9 anos tira RG com nome social e mãe comemora na web: 'Direito reconhecido'

LEIA MAIS