Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Clipping - Gazetaweb - AL registra 477 mortes por insuficiência respiratória este ano, diz levantamento

Publicado em: 02/04/2020
Os cartórios de registro civil de Alagoas registraram 477 mortes por insuficiência respiratória entre primeiro de janeiro e esta quinta-feira (2), segundo levantamento divulgado hoje, pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoais Naturais (Arpen) Brasil. O número corresponde a 94,6% de todas as mortes por insuficiência respiratória registradas no Estado no ano passado. 

Segundo a entidade, as mortes podem estar ligada à Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Somente entre o dia 26 de fevereiro - quando o estado registrou o primeiro caso suspeito da doença - e esta quinta-feira, Alagoas registrou 163 óbitos por insuficiência respiratória - o correspondente a 34% do total de mortes ocorridas este ano no Estado. 

De acordo com o levantamento da Arpen Brasil, Alagoas é o quarto estado do Nordete com o maior número de mortes por insuficiência respiratória este ano, atrás apenas de Pernambuco, que registrou 1.737 mortes, Ceará (960) e Paraíba (807). Na região, Servipe foi o estado que registrou o menor número de óbitos por insuficiência respiratória, com 338 ocorrências. 

Segundo a Arpen Brasil, esses dados podem ser ainda maiores, uma vez que a Lei Federal 6.015 estabelece um prazo para registro de até 24 horas do falecimento, podendo ser expandido para até 15 dias em alguns casos. A entidade ressalta, no entanto, que uma norma do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) prevê que os cartórios devem enviar seus registros à Central de Informações do Registro Civil (CRC) em até oito dias após a efetuação do óbito. 

"Mesmo a plataforma sendo um retrato fidedigno de todos os óbitos registrados pelos cartórios de registro civil do País, os prazos legais para a realização do registro e para seu posterior envio à CRC Nacional, regulamentada pelo Provimento nº 46 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), podem fazer com que os números sejam ainda maiores", informou a associação, por meio de assessoria de imprensa.

Número de mortes por insuficiência respiratória no Nordeste este ano:

Pernambuco 1737

Ceará 960

Paraíba 807

Alagoas 477

Bahia 475

Maranhão 449

Piauí 370

Rio Grande do Norte 365

Sergipe 338

Fonte: Gazetaweb
Deixe seu comentário
 
 
803325

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 137.325.051
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Clipping - Estado de Minas - Sobe mais de sete vezes o registro de mortes por insuficiência respiratória em Minas

LEIA MAIS