Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Clipping – Notícias Concursos - Pensão por morte: suspensão ou não após novo casamento de beneficiário

Publicado em: 29/07/2020
A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) manteve a sentença da Vara Federal Cível e Criminal da Subseção Judiciária de Teófilo Otoni/MG. Assim, uma pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai continuar recebendo o benefício mesmo após ter se casado novamente.

Entenda o caso

A autora é beneficiária de pensão por morte desde 1980 e se casou novamente em 2003. Entretanto, em 2019, após conhecimento do novo matrimônio da pensionista, o INSS realizou a cessação do benefício e pediu ressarcimento da quantia de R$62.628,31. Portanto, a autarquia entende que os valores foram pagos indevidamente desde a efetivação do novo casamento.

Da pensionista 

Contudo, a pensionista alegou, na via judicial, que o atual relacionamento não lhe trouxe melhoria econômico-financeira. Assim, a pensionista apresentou provas de que ainda necessita dos proventos que vinha recebendo para o seu sustento e o de sua família.

Da autarquia

Por sua vez, o INSS em sede de apelação, defendeu a legalidade dos descontos e a possibilidade de proceder à cessação do benefício.

Parecer do Tribunal

No Tribunal Regional Federal da 1ª Região, o caso foi analisado pela desembargadora federal Gilda Sigmaringa Seixas. Em seu voto, a magistrada destacou que a legislação em vigor, Lei nº 8.213/91, não prevê que o novo casamento de titular da pensão acarreta suspensão de seu benefício.

Nesse sentido, a desembargadora também citou o conteúdo da Súmula nº 170 do extinto Tribunal Federal de Recursos (TFR), a qual expressa: “não se extingue a pensão previdenciária, se do novo casamento não resulta melhoria da situação econômico-financeira da viúva, de modo a tornar dispensável o benefício”.

Segundo a relatora, ficou provado nos autos que não houve qualquer melhoria na situação econômica da beneficiária. Outrossim, como o INSS não apresentou nenhum argumento que demonstrasse o contrário, a Turma negou provimento à apelação.

Por isso, o Colegiado, seguindo o voto da desembargadora-relatora, estabeleceu o restabelecimento do benefício a partir da data do ato de suspensão.

Fonte: Notícias Concursos
Deixe seu comentário
 
 
860402

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 139.017.192
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

IBDFAM - Inscrições abertas para o IX Congresso Paulista de Direito de Família

LEIA MAIS