Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2014 - Presidente: Ademar Custódio
E-mail Corporativo Back-up ead Clube de Compras Login com Certificado
  • Arpen-SP
  • Diretorias Regionais
  • Serviços e Projetos
  • Cursos e Eventos
  • Comunicação
  • Legislação
  • Acesso Rápido
  • Links Úteis
  • Eventos
  • Eventos

    Precisa Imprimir um Boleto para pagamento de sua Inscrição?

    Forneça o Nº da Inscrição:

Imprimir

Registro Civil das Pessoas Naturais do 36º Subdistrito da Capital  - Vila Maria 

 

  • Oficial: Sílvia Maria Costa Tymonczak

  • Oficial Substituto: Maria de Lourdes Costa Gaspar

  • Endereço: Rua Profª Maria José Barone Fernandes, 651

  • Bairro: Vila Maria

  • CEP: 02117-021

  • E-mail: 36regciv@terra.com.br 

  • Telefone: (0XX11) 6954-0477/6967-4987
  • Fax: (0XX11) 6954-0477

  • Horário de Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h.

  • Instalação do Cartório: 1939
  • Serviços: Nascimentos, Casamentos, Óbitos, Reconhecimento de Firmas, Autenticações e Procurações
  • Links Úteis:

  • ESTE CARTÓRIO CONTA COM O CERTIFICADO DE QUALIDADE DA ARPEN-SP
     
     

       Na Vila Maria, um cartório para a população

     

    No bairro da Vila Maria, zona norte da capital paulista está instalado o 36º Oficial de Registro Civil de Pessoas Naturais da Capital. Um sobrado bastante movimentado, que atende toda a população local. Sílvia Maria Costa Tymonczaké quem administra a serventia.

     

    Sílvia começou sua carreira no serviço registral como auxiliar, neste mesmo cartório da Vila Maria."Em 1961 comecei aqui como auxiliar, depois passei a ser Oficial maior, mais tarde Oficial interina quando o titular da época, Casemiro Pinto Neto, foi para o cartório do Tucuruvi. E, em 1982, eu assumi como escrivã", relembra.

    Hoje a Oficiala gerencia 16 funcionários. E costuma realizar em média 300 casamentos, 110 óbitos e 230 nascimentos mensalmente. Silvia atenta para a grande parte dos nascimentos serem realizados diretamente nas três maternidades que a serventia tem convênio. "Aqui nós temos convênio com três hospitais da região: o Nipo-Brasileiro, Vereador José Staropoli e Nossa Senhora do Rosário. E a maioria dos nascimentos feitos pelo cartório são executados diretamente nas maternidades".

    Para Sílvia o trabalho realizado no cartório deve estar pautado no bom atendimento, pois o Oficial tem um papel muito importante na comunidade. "Ser Oficial num cartório é muita responsabilidade, tudo tem que estar em ordem na Serventia, mas é algo que exige muito cuidado. Hoje em dia se falsifica tudo, então é preciso ter muita atenção. Segurança e escolha dos funcionários também são essenciais", explica a Oficiala. Manter cartório informatizado é outra peça chave atualmente. "A informatização é essencial no cartório. Acredito que hoje em dia sem isso não há como trabalhar".

     

    Quando iniciou suas atividades o cartório da Vila Maria funcionava na Rua Guilherme Cotching. Para melhor atender o público, o cartório passou a funcionar na Rua Profª Maria José Barone Fernandes num local mais amplo capaz de organizar melhor o atendimento e o arquivamento. "Antes a serventia atendia na Rua Guilherme Cotching, mas o espaço não era suficiente, era muito pequeno então fizemos a mudança para este prédio, que é mais amplo e agora podemos atender muito melhor o público", explica Sílvia.

     

    Para que todo o trabalho funcione harmoniosamente na serventia todo o cartório deve estar integrado. ¿Meus funcionários são ótimos, o clima de trabalho é excelente, trabalhamos em equipe¿, explica a Oficiala.

     

    Sílvia Maria finaliza lembrando da relevância e do papel que tem desenvolvido a Arpen-SP no dia-a-dia do trabalho no cartório:  "A Arpen-SP é muito importante para nós, nos auxilia em tudo que  precisamos. Se eu tenho alguma dúvida ela é rapidamente resolvida. A intranet e o jornal também são de grande utilidade".  

     

  • Imagens do Cartório
     
     
     
     
     
    Vila Maria
    História do Bairro
     

    Em seu início Vila Maria mal possuía acesso, para chegar ao bairro era necessário atravessar o Rio Tietê a barco. Somente no final da década de 1910 uma ponte foi construída, ligando o bairro à Rua Catumbi. Logo em seguida os postes para fornecer luz elétrica aos seus moradores também foram instalados. No mesmo período Vila Maria ganhou um posto Policial que se situava na esquina da principal Avenida, conhecida hoje como Guilherme Cotching, com a Rua Alcântara.

     

    Os nomes das ruas desse bairro também ajudam a contar sua história. Dr. Rafael de Abreu Sampaio Vidal, Dr. Eduardo da Fonseca Cotching, Dr. Antonio Leme da Fonseca, Manuel Dias da Silva e Dr. Alberto Byington foram os principais componentes da Companhia Paulista de Terrenos S.A . Ela foi fundada no início do ano de 1917, com a finalidade de adquirir parte das terras do sitio Bela Vista (propriedade de ST. Manoel Dias da Silva, que margeava o nascente bairro) para lotear e vender e assim tornar o bairro de Vila Maria uma cidade dentro da cidade. O nome "Vila Maria" foi escolhido por sugestão do Dr. Eduardo da Fonseca Cotching.

     

    Nº de Visitas: 62875102

    arpensp@arpensp.org.br

    Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo

    Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000

    Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539