Sexta-Feira, 21 de Novembro de 2014 - Presidente: Ademar Custódio
E-mail Corporativo Back-up ead Clube de Compras Login com Certificado
  • Arpen-SP
  • Diretorias Regionais
  • Serviços e Projetos
  • Cursos e Eventos
  • Comunicação
  • Legislação
  • Acesso Rápido
  • Links Úteis
  • Eventos
  • Eventos

    Precisa Imprimir um Boleto para pagamento de sua Inscrição?

    Forneça o Nº da Inscrição:

Imprimir
Registro Civil das Pessoas Naturais do 29º Subdistrito da Capital - Santo Amaro

 

  • Oficial: : Valdir Gonçalves
  • Oficial Substituto: Adriana Arantes Gonçalves

  • Endereço:  Av. Santo Amaro, 6635
  • Bairro: Santo Amaro
  • CEP: 04701-100 

  • E-mail: adm@cartoriodesantoamaro.com.br
  • Telefone: (0XX11)  5545-3166
  • Fax: (0XX11) 5545-3186
  • Horário de Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h.

  • Instalação do Cartório: 1832
  • Serviços: Nascimentos, Casamentos e óbitos, Reconhecimento de Firmas, Autenticações e Procurações.

  • ESTE CARTÓRIO CONTA COM O CERTIFICADO DE QUALIDADE DA ARPEN-SP
     
     
     
    Atendimento de primeiro mundo no cartório de Santo Amaro
     

    É no bairro Santo Amaro, zona sul da cidade de São Paulo, que se localiza o 29º Registro Civil da Capital. O Subdistrito abriga mais de 205 mil habitantes, que podem contar com um atendimento de primeiro mundo realizado pelo cartório. Responsável pela dedicação de um atendimento cada vez mais atualizado e atento às necessidades dos usuários, o  Oficial José Alceu Lopes sempre procurou trazer inovação para a serventia, sendo um dos primeiros a fazer uso de computadores nos cartórios.

     

    José Alceu iniciou cedo sua vida cartorária. Em 1964 participou, já na condição de Oficial, da instalação do cartório da Vila Brasilândia. Na época foi o escrivão mais novo da Capital. Em 1970 também participou como oficial da instalação do cartório de Vila Nova Cachoeirinha.

     

    No ano de 1988 o Oficial assumiu o 29º Subdistrito da Capital ¿ Santo Amaro ¿ por ato do Governador, após 15 anos à frente do Registro Civil de Vila Nova Cachoeirinha. O cartório do bairro de Santo Amaro é bem antigo e seus primeiros livros datam de 1832. ¿Nós temos registrado a transcrição da Lei Áurea. Ela foi assinada no Rio de Janeiro e a transcrição realizada em São Paulo está arquivada aqui neste cartório¿, conta o 2º Oficial Substituto, Ademir Coleti.

     

    Contudo, a modernidade é a marca registrada do cartório. Há poucos meses a serventia mudou de endereço para melhor atender o seu público, de maneira rápida, moderna e eficiente. O novo local fica instalado em uma avenida de fácil acesso, com facilidade de condução e a cerca de 100 metros do fórum de Santo Amaro. A mudança proporcionou também estacionamento para clientes, acesso para deficientes, inclusive com elevador especial para deslocamento aos andares superiores.

     

    Houve, ainda, reestruturação do setor de firmas, autenticações e 2ªs vias, com atendimento personalizado e através de senhas eletrônicas. A sala de casamentos ganhou uma decoração suave e requintada. O tabelionato de notas foi adequado aos novos serviços, contando com salas de leitura para atender à Lei 11441/07. ¿Nós trabalhamos com interesses alheios. É nosso dever zelar por estes interesses e direitos das pessoas que nos procuram¿, afirma Dimas Dias de Oliveira, Oficial Substituto, ao falar sobre as mudanças ocorridas. ¿A mudança tem sido programada há bastante tempo. Este prédio foi projetado especialmente para acomodar, da melhor maneira, o cartório¿, completa a escrevente Cláudia Vilaça. ¿A mudança de endereço trouxe muita empolgação para a equipe¿, conclui Ademir Coleti.

     

    ¿No subsolo está localizado o setor de firmas, autenticações e 2ªs vias. No térreo está o registro civil, no mezanino a administração e no segundo pavimento o tabelionato¿, explica Claudia, detalhando a nova configuração da serventia. ¿Hoje contamos com um local amplo, arejado, e com várias facilidades. O público foi beneficiado com a mudança¿, conclui Dimas.

     

    Hoje o cartório conta com uma equipe de 70 funcionários. Mensalmente, o registro civil faz em média 1.200 registros de nascimento, 300 de óbito e 150 casamentos, sendo 40% isentos de emolumentos. Com exceção de um hospital, a serventia tem convênio com os demais hospitais da região para realizar os nascimentos diretamente na maternidade. ¿É muito importante para a população em geral ter este serviço diretamente na maternidade, e sair com a certidão de seu filho sem precisar se dirigir ao cartório. Muitas vezes vir até o cartório, pegar um ônibus é um ônus para os pais, e este serviço facilita muito para o público¿, pontua Ademir.
     
    Dimas explica ainda que o público do cartório é bem variado, oscilando entre pessoas com alto poder aquisitivo e pessoas muito simples, o que reflete em grande medida o perfil do bairro. A receita de sucesso do cartório é mantê-lo atualizado, com uma equipe integrada e coesa, atendimento com zelo, cautela e segurança, procurando satisfazer as necessidades de todos os clientes, não importando sua origem ou classe social.
     
     
  • Imagens do Cartório
     
     
     
     
     
     
     
    Santo Amaro
     
     
     
    História do Bairro
     
    O nome daquele que foi um dos maiores bairros de São Paulo nasceu de uma pequena imagem. Santo Amaro, padroeiro dos agricultores e discípulo de São Bento, passou a dar o nome a região a partir de 1560, quando o casal João Paes e Suzana Rodrigues doou um santo de madeira à capelinha Nossa Senhora da Assunção de Ibirapuera, instalada no aldeamento de índios catequizados naquela àrea.
     
    O embrião da vila de Santo Amaro surgiu em 12 de agosto daquele ano, data em que os jesuítas tomaram posse oficial de duas léguas de terras localizadas à margem esquerda do rio Jurubatuba. A imagem do santo, ainda hoje pode ser vista na igreja matriz de Santo Amaro. Em 14 de janeiro de 1686, Santo Amaro tornou-se paróquia, por provisão do bispo do Rio de Janeiro, Dom José de Barros Alarcão.
     
    Em 1886 ocorreu a primeira viagem do trem que saída da Rua São Joaquim, seguia pela Rua Vergueiro e Domingos de Morais, até o local da atual igreja de São Judas Tadeu, onde ficava a estação "do encontro". Em 1907, a São Paulo Light and Power deu início à construção da represa do Guarapiranga. Em 1935, três anos após as comemorações do primeiro centenário do município de Santo Amaro, o interventor federal, Armando Sales Oliveira, expediu um decreto que anexou a cidade de Santo Amaro à capital. 

    Nº de Visitas: 63762480

    arpensp@arpensp.org.br

    Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo

    Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000

    Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539