Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Terminada a fase oral para outorga de Delegações de Notas e de Registro de SP

Publicado em: 20/08/2011
A Comissão Examinadora do 7º Concurso Público de Provas e Títulos para Outorga de Delegações de Notas e de Registro do Estado de São Paulo, presidida pelo desembargador Carlos Eduardo Donegá Morandini, tem motivos para comemorar a data de hoje (18) com o encerramento da 3ª fase do concurso (fase oral). Nessa fase, durante 39 dias úteis, a comissão realizou vinte exames/dia. Ao todo, 769 candidatos foram arguidos. O resultado será divulgado até o final deste mês (data prevista: 29 de agosto).

No 7º Concurso Público de Provas e Títulos para Outorga de Delegações de Notas e de Registro do Estado de São Paulo, com provas de seleção (1ª fase) realizada nos dias 20 e 27 de fevereiro se inscreveram 6.898 candidatos. Desse total, 2.572 foram habilitados para a 2ª fase, que ocorreu nos dias 3, 10 e 17 de albril. Restaram os 769 candidatos que disputam 226 unidades para o provimento em concurso e 140 para remoção em concurso em Tabeliães de Notas, Registro de Imóveis e Revisto Civil.

Dois terços das vagas serão destinadas aos candidatos a provimento que atendam aos requisitos legais previstos nos artigos 14 e 15, § 2º, da Lei Federal nº 8.935/94. Um terço das vagas será destinado a candidatos à remoção, que já exerçam titularidade de registro ou notarial no Estado de São Paulo há mais de dois anos e atendam aos requisitos legais previstos no artigo 17, da Lei Federal nº 8.935/94. Serviços notariais e de registro são aqueles de organização técnica e administrativa destinados a garantir a publicidade, autenticidade, segurança e eficácia dos atos jurídicos.

A Comissão Examinadora do 7º Concurso Público de Provas e Títulos para Outorga para Outorga de Delegações de Notas e de Registro do Estado de São Paulo é composta também pelos juízes Márcio Martins Bonilha Filho, Alexandre David Malfatti e Enéas Costa Garcia; pela representante do Ministério Público, Regina Célia Ribeiro; pelo representante da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcos de Almeida Villaça Azevedo; pelo registrador Flaviano Galhardo e pela tabeliã Priscila de Castro Teixeira Pinto Lopes Agapito.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Deixe seu comentário
 
 
642907

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 150.349.968
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Pedido de vista interrompe julgamento de incidente de inconstitucionalidade sobre sucessão em união estável

LEIA MAIS