Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Eventos

Cartório de Marília segue cronograma contínuo de atendimento ao projeto
Sessão de Fotos Relacionada: Cartório de Marília segue cronograma contínuo de atendimento

Diferentemente de outras localidades, o cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais do município de Marília, administrado pelo Oficial Antônio Francisco Parra, vem realizando de maneira contínua e ampla o atendimento da primeira etapa do projeto "Paternidade Responsável", que irá abranger as 33 escolas estaduais do município, em um total de 1.289 mães que deverão ser notificadas.

Até este sábado (02.06), quando realizou a quarta mobilização desde a implantação do projeto, o cartório da cidade já percorreu 19 estabelecimentos de ensino, em diferentes bairros da cidade. "Seguindo a orientação da Corregedoria Geral, atendemos as mães em seus respectivos bairros e escolas onde seus filhos estudam e nos sábados no período da tarde, das 14 às 18 horas", explicou o Oficial.

Além da participação constantes de todos os 15 funcionários da serventia, o cartório vem realizando um grande esforço para percorrer todas as escolas escolhidas para a mobilização. "Deslocamos toda a estrutura necessária do cartório até o local de atendimento. Seguindo orientação do Juiz Corregedor Permanente, seguiremos com nosso trabalho, nos próximos meses, notificando as demais mães", explica Parra.

Outro detalhe observado pelo cartório de Marília é com relação ao fato do atendimento às mães ser feitos separadamente, em baias individuais, seguindo orientação dada pelo Oficial. "Muitos casos correm em segredo de Justiça, então é importante que as mães tenham privacidade no momento em que fazem a indicação do suposto pai de seus filhos", fala o Oficial.

Até o momento foram já atendidas 19 escolas, tendo já sido realizadas 786 notificações, com 116 declarações positivas para a indicação do suposto pai. No entanto, a maioria dos casos segue sendo de mães que não compareceram às escolas para realizar a indicação (345) e de mães que não quiseram informar o suposto pai de seus filhos (238).


Deixe seu comentário
 
 
277072

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 130.783.797
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP