Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Eventos

Arpen-SP promove workshop sobre certificação digital
Sessão de Fotos Relacionada: Arpen-SP promove Workshop sobre certificação digital

Workshop realizado na Capital reuniu mais de 200 pessoas e debateu a certificação digital

Contando com a presença de mais de 200 Oficiais e prepostos de todos os cartórios de Registro Civil da Capital, dos diretores regionais de Santos, Nelson Hidalgo Molero, e do Ofical de Ribeirão Preto, Oscar Paes de Almeida Filho,além do secretário da Arpen-SP, Flávio Pereira de Araújo, foi realizado no último sábado (23.06), na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, o Workshop sobre certificação digital promovido pela Arpen-SP.

O presidente da Arpen-SP, Antônio Guedes Netto realizou a abertura do evento agradecendo à presença de todos os participantes e alertou para a importância da certificação digital: "É um fato consumado. Precisamos reinventar para não sermos substituídos. É também a oportunidade que temos de entrar no mundo digital pela porta da frente. Cabe a nós sabermos trilhar esse caminho", explicou.

O workshop foi desenvolvido pelos consultores Patrícia Paiva, Manuel Mattos e Paulo Marcos Coutinho, que preparam material para esclarecer ao público passo a passo o que é, onde é aplicado e a participação dos cartórios na certificação digital.

Para iniciar os trabalhos Patrícia Paiva convidou todos os presentes a realizarem uma reflexão: "Desconhecer o que é certificação digital e seus efeitos na continuidade dos negócios de qualquer segmento, não deve ser motivo de vergonha para ninguém, pois se trata de um conceito verdadeiramente revolucionário, que exige olhar para as coisas por um novo ângulo. Insistir em desconsiderá-la, no entanto, pode ser um erro estratégico crucial".

Dando continuidade foi exibido um vídeo explicativo de três minutos, que apresentou de modo simples a certificação digital e como ela funciona basicamente. Para que o assunto pudesse ser absorvido com maior facilidade também foi discutida a origem do certificado digital, que remete aos anos 80, com a revolução nas telecomunicações, a difusão da internet e do e-mail e com isso, a necessidade de torná-los seguros.

A estrutura da cadeia da certificação digital também foi apresentada, sendo explicado o papel do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI), do ICP-Brasil, das ACs, ARs e também das instalações técnicas, às quais possibilitarão aos cartório fazer a identificação das pessoas e a emissão dos certificados digitais para os seus usuários em suas respectivas cidades.

Para Patrícia Paiva o evento mostrou que o Registrador Civil está atento para as mudanças e se preparando para recebê-la: "Eu fiquei impressionada com a audiência de hoje. Isso demonstra que o Registrador Civil está preocupado com a evolução da atividade, com o aprimoramento de suas práticas. E ele veio aqui hoje conhecer o que está acontecendo no registro público brasileiro e como ele pode participar disso".

Muitos exemplos sobre a aplicação da certificação digital foram introduzidos e explanados. A modernização e informatização do Judiciário, devido às Leis 11.280 e 11.419, a AC Jus integrando a ICP-Brasil, o credenciamento da ACBR e AC Notarial e o lançamento do Ofício Eletrônico deram sustentação à necessidade da entrada dos cartórios na era digital.

Por fim, a capilaridade e distribuição geográfica dos cartórios, a fé pública, responsabilidade civil, credibilidade e confiabilidade, o ambiente natural para guarda, preservação documental e qualificação foram apresentadas como relevante fator de sucesso para a certificação digital.

Para finalizar o Workshop foi aberta ao público uma sessão para perguntas. Os três consultores estiveram respondendo às mais diversas dúvidas que surgiram com as explicações da primeira parte do trabalho. "Esta parte de perguntas foi excepcional, pois nos deu a oportunidade de tocar em alguns aspectos práticos que tocam diretamente assuntos relacionados com as serventias. Foi muito positivo", concluiu Patrícia Paiva. "É um caminho sem volta. A entrada dos cartórios na certificação digital faz com que o sistema brasileiro ganhe um parceiro imprescindível para seu sucesso", completou Manuel Mattos.


Deixe seu comentário
 
 
552682

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 130.076.494
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP