Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Clipping – R7 - Estou noiva mas não tenho dinheiro. Posso casar de graça no cartório?

Publicado em: 13/06/2019
  1. Internauta tem o sonho de se casar no papel, mas não tem dinheiro para pagar os mais de R$ 400 que o cartório cobra para realizar a celebração

Resposta:

A Lei permite que aqueles que se declarem pobres tenham acesso à gratuidade no casamento.

Isso está no artigo 1.512 do Código Civil, parágrafo único:

Art. 1.512. O casamento é civil e gratuita a sua celebração.
Parágrafo único. A habilitação para o casamento, o registro e a primeira certidão serão isentos de selos, emolumentos e custas, para as pessoas cuja pobreza for declarada, sob as penas da lei.

Para ter acesso a essa gratuidade, o casal precisa apresentar uma carta de próprio punho informando a situação de pobreza, informa a assessoria de imprensa da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP).
Mentir pode configurar crime
"No entanto, se o casal mentir, poderá ser enquadrado no no crime de Falsidade Ideológica descrito no artigo 299 do Código Penal brasileiro.

O artigo diz que omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante se enquadra como crime de falsidade ideológica, punível com reclusão de 01 (um) a 05 (cinco) anos em regime fechado", lembra a assessoria.
Quais são os passos para se casar?

Essas são as etapas do processo do casamento civil:
  • Os noivos devem comparecer ao Cartório de Registro Civil da região de moradia de um deles com pelo menos 30 dias de antecedência.

 
  • Apresentar RG, CPF e certidão de nascimento ou casamento com averbação de divórcio;

 
  • É necessário levar duas testemunhas;

 
  • Ao escolherem a data, é preciso pagar a taxa referente à lavratura do registro de casamento e preencher um formulário que indicará os nomes dos padrinhos que participarão da cerimônia civil.

 
  • Cumpridas essas etapas, o cartório publica o edital de proclamas, que tem como objetivo averiguar se há algum impedimento para o matrimônio, tornando o ato público.

 
  • Passados os 15 dias, caso não haja algum impedimento, a habilitação para o casamento é liberada. 

Quanto custa se casar?
As tabelas de custas e emolumentos são publicadas nos tribunais de Justiça de cada Estado. É possível ver todas as publicações no site da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR).

Para se casar fora do cartório custa mais caro?
Sim. O chamado casamento em diligência é realizado fora das dependências do cartório por um Juiz de Paz e tem custos adicionais para tal. Em São Paulo, enquanto o casamento no cartório custa R$ 401,29, o custo do casamento fora da sede é de R$ 1.070,13.
 

Fonte: R7
Deixe seu comentário
 
 
922690

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 130.839.263
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Clipping – IBDFAM - Divórcio Impositivo é apresentado como projeto de lei no Senado; texto foi elaborado por membros do IBDFAM

LEIA MAIS