Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Cartório de Vila Mariana

Registro Civil das Pessoas Naturais do 9° Subdistrito da Capital - Vila Mariana

  • Oficial: João Baptista Martelletto
  • Oficial Substituto: Izilda Maria de Campos Martelletto
  • Endereço: Pç. Oswaldo Cruz, 39
  • Bairro: Vila Mariana
  • CEP: 04004-070
  • E-mail: cartoriovlm@netabc.com.br
  • Telefone: (0XX11) 3885-3469/3885-8874/3887-7928
  • Fax: (0XX11) 3885-3469 e 3885-8874
  • Horário de Funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 12h.
  • Instalação do Cartório: 1896
  • Serviços: Nascimentos, casamentos, óbitos, procurações, autenticações e reconhecimento de firmas.
  • Links Úteis:
  • ESTE CARTÓRIO CONTA COM O CERTIFICADO DE QUALIDADE DA ARPEN-SP Cartório Certificado 

     

    Na Vila, um cartório de metrópole

    A Vila Mariana é um luxo só. Referência em saúde, abriga alguns dos melhores hospitais do país, casos dos Hospitais São Paulo e Santa Joana, importante centro de cultura, possui pólos culturais como o Sesc Vila Mariana, a Cinemateca Brasileira e o Centro Cultural São Paulo, e pioneira em educação, em suas fronteiras estão algumas das mais tradicionais escolas da Capital, como os colégios Arquidiocesano e Bandeirantes e as faculdades ESPM e Belas Artes, a Vila Mariana é a sede onde se localiza o 9º Subdistrito da Capital, um dos mais modernos cartórios da Capital.


    Desde 2002 localizado na praça Osvaldo Cruz, contígua à Avenida Paulista, a unidade de Registro Civil emprega tons claros às suas instalações, contrastando com o ambiente pesado e cinzento que margeiam a imaginação sobre os cartórios de antigamente. O ambiente arejado, claro, dinâmico e totalmente refrigerado cativa seus usuários e faz com que a serventia seja também uma das mais movimentadas de São Paulo. Em média, 500 pessoas são atendidas diariamente.


    "Estas novas instalações foram todas pensadas. Demoramos nove meses para deixarmos o cartório do jeito que queríamos. Tudo foi planejado por arquitetos e decoradores, desde a disposição dos móveis, de acordo com suas funções, até a distribuição das áreas do cartório, cada uma com sua própria cor", ressalta o Oficial João Baptista Martelletto, que exerce a função desde o concurso de 2000.


    Natural da Capital, do tradicional bairro do Brás, Martelletto iniciou seu trabalho em cartórios em 1966, sempre trabalhando em cartórios de Notas, até chegar ao 9º Subdistrito da Capital. "O cartório de Notas dá a possibilidade de você lidar mais com as partes, exercer mesmo a vontade delas, enquanto o Registro Civil, embora tenha serviço de Notas, é uma natureza totalmente social, de prestação de serviços de cidadania ao usuário", ressalta o Oficial.


    Prestação de serviços de qualidade é levado ao pé da letra no cartório da Vila Mariana. Na área de Registro Civil, os usuários são atendidos individualmente, em baias isoladas, de forma a tornar o contato o mais pessoal possível. "Tentamos diminuir ao máximo aquela impessoalidade do serviço público, prestado em balcão. O usuário muitas vezes quer privacidade ao expor seu problema ou fazer sua solicitação. Aqui, pensamos no usuário em primeiro lugar", ressalta o Oficial.


    A dedicação ao usuário também pode ser demonstrada pela agilidade do atendimento, fruto da informatização qualificada da serventia, que possui quase 200 mil fichas de firmas digitalizadas, além de um arquivo restaurado, ordenado e cuidadosamente organizado. "O cartório finalmente está do jeito que sempre quis", resume Martelletto, espelhando em seu sorriso a felicidade dos usuários da serventia.

  • Imagens do Cartório
     
     
     
     
     

    Vila Mariana

    População:
    123.618 hab
    Área: 8,6 km2
    História do Bairro

    A Vila Mariana pode ser considerada uma das regiões mais desenvolvidas da capital paulista, e isso comprova-se nos números. A renda média da região gira em torno de R$ 3,6 mil mensais, quase o triplo da média municipal de cerca de R$ 1,3 mil. Na educação os dados tornam-se ainda mais explícitos. O Ensino Fundamental foi completado por quase 80% dos moradores, e 71,34% dos moradores da região completaram o Ensino Médio, contra as médias municipais de 49,9% e 33,68%, respectivamente. Os anos de estudo por pessoa chegam a 12,30 (a média da cidade é de 7,67 anos). Por fim, o analfabetismo é reduzido a apenas 1,10% dos mais de 120 mil moradores, enquanto na cidade, 4,88% da população é considerada analfabeta. No distrito encontram-se também a Escola Superior de Propaganda e Marketing (mais conhecida como ESPM) e a Escola de Belas Artes, as maiores referências em ensino superior na região, que também conta com universidades não-específicas. Falando na área da saúde, existe o Hospital do Servidor Público Estadual, um megacomplexo hospitalar que responde por quase 40% dos atendimentos dos servidores públicos estaduais. Há também instituições para o tratamento de jovens e idosos, fator que contribui para a alta qualidade de vida do distrito. Na área de cardologia há o hospital Dante Pazzanese. A região também sedia a Casa Hope, uma ONG dedicada a crianças com câncer. A economia da região é muito forte, não apenas pelo elevado nível de vida de seus moradores, mas também por abrigar o trecho inicial da Avenida Paulista, logradouro mais importante da cidade e centro financeiro do estado (e do país, segundo opinião de alguns).

    Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
    Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
    Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

    Nº de Visitas: 130.075.898
    Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP