Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Itaim Paulista

Distrito de Itaim Paulista

 
 
 
  • Oficial e Tabelião: Moisés Vitor Ribeiro

  • Oficial Substituto: Pedro Vitor Barbaroto Ribeiro - 1° Substituto; Mario Santana - 2° Substituto

  • Endereço: Rua Tibúrcio de Souza, 215

  • Bairro: Itaim Paulista

  • Cep: 08140-000

  • Telefone: (11) 2963-2759

  • Fax: (11) 2963-2759

  • Horário de Funcionamento: Segunda à sexta-feira: das 9 às 17 horas; sábados: das 9 às 12 horas

  • Serviços: Registro Civil e Tabelião de Notas

  • Data de Instalação: 03/07/1987

  • http://portal.prefeitura.sp.gov.br/subprefeituras/spit
     

ESTE CARTÓRIO CONTA COM O CERTIFICADO DE QUALIDADE DA ARPEN-SP

 
Modernidade e qualidade no atendimento no Registro Civil do Itaim Paulista

 

O Registro Civil no bairro de Itaim Paulista é muito recente, assim como a própria emancipação do Distrito, ocorrida em 1980. O Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e Anexo de Notas foi criado por meio de uma lei promulgada em 3/07/1987, mas desde 1984 aserventia já estava em funcionamento. Antesdisso, todos os atos eram lavrados no Distrito vizinho, em São Miguel Paulista.

Hoje, o cartório está sob o comando do oficial Moisés Vitor Ribeiro, responsável por uma equipe de 25 funcionários, junto com seus dois substitutos: Mauro Vitor Ribeiro, 1° substituto, e Mário Santana, 2° substituto.

Moisés adquiriu suas primeiras experiências em Andradina, sua cidade natal, e após prestar concurso público, transferiu-se para São Paulo para assumir o cartório do Itaim Paulista, em 18 de novembro de 1994. "Hoje estar em São Paulo é um motivo de orgulho para mim porque eu venci muitas etapas. Comecei aqui com bastante entusiasmo. No interior a gente toca tudo sozinho, mas aqui o trabalho é bem diferente", comenta o Oficial. Apesar de sua formação em Direito, Moisés sonhava em estudar Medicina, mas a vivência com o serviço cartorário desde jovem - iniciou aos 14 anos - mudou sua trajetória.

Há sete meses em um novo prédio, o cartório do Itaim Paulista está instalado em um ambiente agradável desde a sua recepção. Está dividido em três andares: no térreo funciona o setor de reconhecimento de firmas, autenticações e xérox; no segundo piso há o atendimento do registro civil (nascimentos, casamentos e óbitos) e tabelionato, no terceiro andar ficam os arquivos, onde há espaço para mais 15 anos de trabalho, e os serviços administrativos. É neste andar que se encontra a sala do oficial, e a partir dela é possível monitorar todo o funcionamento da serventia por meio de câmeras. O cartório conta também com o monitoramento de uma empresa de segurança.

Ao entrar na serventia, os clientes são recepcionados por funcionários que os orientam conforme as solicitações. Para aqueles que procuram o setor de reconhecimentos de firmas e autenticações, onde a demanda é grande e constante, é utilizado o sistema de senhas eletrônicas. Essa foi apenas uma das adaptações necessárias nas novas instalações. O cartório também possui acesso para deficientes, balcão para atendimento preferencial, salas reservadas para clientes do tabelionato, procurações e escrituras, além de uma sala de reuniões para atendimentos particulares. Outra adaptação foi um espaço para acomodar os usuários que chegam antes do horário de funcionamento da serventia. "Coloquei essa recepção para as pessoas aguardarem o horário certo em um lugar mais aconchegante. Tenho ouvido elogios e agradecimentos. O Itaim merece muito mais, mas a gente pode dar uma parte disso", comenta o oficial.

A população de Itaim Paulista é, em sua maioria, de classe mais baixa, por esta razão, Moisés acredita ser fundamental treinar sua equipe para orientar os clientes e oferecer serviços de qualidade desde a chegada na serventia. "A gente vê que tem colegas que ainda não acordaram, que acham que o cartório é só para arrecadar dinheiro. Mas quando você trata bem o cliente, ele sempre volta".

Nesta época do ano, o Itaim recebe um número elevado de casais que procuram o cartório para oficializar a união. A média de casamentos fica entre 150, 200/mês, o que necessita de uma mobilização para um bom atendimento. Aos finais de semana, os casais são atendidos conforme a ordem de chegada e muitos funcionários de outros setores são deslocados para a área de casamentos. Os nascimentos têm diminuído com o passar dos anos, mas mesmo assim, o número continua alto. Em 2006, foram registradas 5.569 crianças, sendo que uma parte destes registros foram feitos diretamente nas maternidades com as quais o cartório mantém convênio.

Moisés não atende diretamente ao público, mas não deixa de lado sua função de orientar os clientes em casos específicos. Um desses casos foi de um pai que queria registrar o filho com um nome de origem nigeriana: Ayódelê Adôgunsilê Oduduwa da Costa. Devido ao nome não ter a pronúncia semelhante aos nomes da língua portuguesa e não identificar o sexo da criança, o que causaria problemas futuros, Móises levantou a dúvida sobre o registro, porém a Corregedoria Geral da Justiça concordou com os argumentos do pai.

O Oficial ainda tem muitos planos para o cartório: apesar de totalmente informatizado, sempre atualiza os sistemas de trabalho e pretende ainda implantar um programa de gestão financeira. Além disso, está melhorando as instalações do fraldário e adaptando a sala de casamento e o local para fotos.

CARACTERÍSTICAS GERAIS
 
 
População: 375.111 habitantes
 
Território: 12 Km2
 
Região: Leste
 
ORIGEM DO BAIRRO
 
O bairro de Itaim Paulista, localizado na Zona Oeste de São Paulo, foi emancipado de São Miguel Paulista apenas em 1980, mas sua ocupação urbana data de meados dos anos 50. Seus primeiros habitantes foram imigrantes de diferentes nacionalidades que ali construíram as primeiras chácaras. Neste período, a principal avenida que hoje cruza o bairro, Av. Marechal Tito, era denominada Avenida São Paulo - Rio, pois servia como interligação dos dois Estados.

Com a instalação de indústrias nas regiões próximas como São Miguel Paulista, Brás e o ABC, muitos trabalhadores buscaram no Itaim um espaço para fixar residência. Especuladores imobiliários aproveitaram esta oportunidade e passaram a lotear terrenos que muitas vezes não tinham infra-estrutura básica como luz e água. Problemas de infra-estrutura persistem até hoje, mas alguns avanços foram conquistados pela luta de seus moradores juntos a associações do bairro. Este povoamento desordenado fez com que o bairro perdesse grande parte de sua área verde e de lazer.

A ¿Chácara Biacica¿ é uma das poucas áreas verdes ainda existentes no bairro, onde está a Capela Biacica, contruída no século XVII. A Chácara foi tombada pelo Departamento de Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo em 1994.

IMAGENS DO CARTÓRIO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 128.050.473
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP