Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Alesp - Parlamento paulista aprova projeto que antecipa feriado 9 de Julho

Publicado em: 22/05/2020
Em sessão extraordinária virtual realizada nesta sexta-feira (22/5) deputadas e deputados aprovaram o Projeto de Lei n° 351/2020, encaminhado à Casa Legislativa pelo Governo do Estado. Com 47 votos favoráveis e cinco contrários, o feriado de 9 de julho, que celebra a Revolução Constitucionalista de 1932, vai ser antecipado para segunda-feira (25/5).

O líder do governo na Alesp, deputado Carlão Pignatari (PSDB), observa a alteração da data como um motivo claro para o momento. "Nós temos que tentar achatar a curva da infecção aqui em São Paulo e na grande São Paulo, tentando postergar para que não haja a necessidade de um dia o médico precisar escolher quem vai usar o respirador na UTI".

Para os moradores da capital paulista, o feriado estadual vai ser somado aos municipais, resultando em seis dias. Alguns parlamentares temem que esse período prolongado apresente efeito contrário ao pretendido. O deputado Sargento Neri (AVANTE) afirmou que "agora seria a hora de não fazer com que a população da grande São Paulo fosse para o interior paulista, mas sim de preservar esses locais carentes de saúde pública".

Já o deputado Dr. Jorge Do Carmo (PT) defendeu o isolamento, mas pediu que sejam dados requisitos para isso: "Não basta cada hora o governador instituir uma medida, é preciso fazer com que as pessoas tenham condições de ficarem em suas casas, porque se elas não têm dinheiro para pagar as contas, não têm recursos para manter a sua família, elas não vão conseguir. Não é uma questão de consciência, é uma questão de necessidade".

Para o deputado Vinícius Camarinha (PSB), a antecipação do feriado é apropriada, pois além de possibilitar o isolamento social pode ainda mitigar os danos econômicos relacionados a ele. "Todos estão tentando encontrar uma solução para viabilizar o isolamento sem o impacto na economia, então acredito que é uma medida possível de ser praticada e testada, tudo é muito recente nessa pandemia", conclui.

O PL 351/2020 segue agora para sanção do governador João Doria.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo
Deixe seu comentário
 
 
604093

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539

Nº de Visitas: 137.282.171
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

STJ - Juiz deverá aplicar medidas coercitivas a familiares que se recusam a fazer DNA, sejam ou não parte na investigação de paternidade

LEIA MAIS