Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Live da Arpen/SP sobre o direito ao não-esquecimento é marcada por homenagem e valorização da memória

Publicado em: 26/03/2021
A Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP) realizou mais uma edição do Ciclo de Palestras Fernando Rodini na manhã desta sexta-feira (26/03), com o tema “O Direito ao não-esquecimento e o RCPN – Registro Civil das Pessoas Naturais”. O encontro foi transmitido ao vivo no canal da entidade no YouTube, que está disponível aqui para acesso.

A diretora regional de Barretos da Arpen/SP, Kareen Zanotti de Munno, iniciou a palestra com uma homenagem ao jurista e professor Zeno Veloso, falecido no último dia 18 de março, vítima da Covid-19. A consagração contou com a divulgação de um vídeo do magistrado e homenagens dos demais participantes. O professor associado do departamento de Direito Civil da Universidade de São Paulo (USP), José Fernando Simão, por sua vez, citou a amizade de anos e pontuou que “Zeno não se homenageia, se pranteia”.

Durante a live, o presidente da Comissão de Direito de Família e Sucessões da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção São Paulo (OAB SP), João Ricardo Brandão Aguirre, também prestou suas condolências e admiração ao jurista. A homenagem foi finalizada pela presidente da Associação, Daniela Silva Mroz, que se emocionou ao comentar o último encontro que teve com Veloso.

Decisão do STF

Os participantes do encontro ainda trataram da conclusão do Supremo Tribunal Federal (STF) que apontou o direito ao esquecimento como incompatível com a Constituição Federal, e que eventuais excessos no exercício da liberdade individual deveriam ser analisados particularmente. Nesse sentido, destacou-se a importância da preservação das memórias, sendo essenciais para a conservação histórica de fatos, públicos e pessoais.

De acordo com os palestrantes, muitas vezes, a publicidade mitigada dos casos, principalmente daqueles que possuírem notoriedade nacional, seria de maior valia do que o não esquecimento das informações.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Arpen/SP
Deixe seu comentário
 
 
164156

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 149.571.366
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Pedido de Providências - Irregularidade no atendimento

LEIA MAIS