Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Arpen/SP publica Enunciado 72, sobre a não obrigatoriedade de constar o nome do cônjuge na anotação de casamento

Publicado em: 20/08/2021
A Associação dos Registrados de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP) publicou, nesta sexta-feira (20.08), o Enunciado N° 72, sobre a não obrigatoriedade de constar o nome do cônjuge na anotação de casamento.

Confira a íntegra do Enunciado: 

Enunciado 72: No texto da anotação de casamento não há obrigatoriedade de constar o nome do cônjuge, tenha ou não havido alteração do nome pelo casamento.

Fundamento legal: Lei 6.015/73, arts. 106 e 107.

Justificativa do Enunciado:
 
Nos tempos atuais são inúmeras as situações de alterações de nome, bem como de novo casamento, o que tem causado dificuldades burocráticas e/ou constrangimentos pessoais. Isto poderia ser evitado se as anotações deixassem de mencionar o nome do cônjuge, já que não há obrigatoriedade legal nesse sentido e está atendida a finalidade da anotação ao mencionar a data do casamento, os número de registro, livro e folhas e cartório em que registrado o casamento, que é a fonte onde devem ser buscadas as informações registrais atuais e completas.

No âmbito dos constrangimentos, ainda que a informação seja pública e a Constituição proíba discriminações, a medida proposta permite evitar e preservar os sentimentos de cada indivíduo, sem prejudicar o interesse público e os direitos de terceiros. Em palavras diretas, pode-se evitar constrangimentos desnecessários, relatados no balcão do cartório, como: 1) a pessoa divorciada não quer ter na sua certidão de casamento o nome da/o amante que foi a causa do divórcio; 2) o segundo casamento foi com pessoa do mesmo sexo; 3) houve alteração de gênero e prenome do cônjuge ou ex-cônjuge. Eliminando o nome do cônjuge em todas as anotações de casamento é um forma igualitária de tratar a todos que evita essas situações potencialmente constrangedoras.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Arpen/SP
Deixe seu comentário
 
 
878541

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 150.092.101
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Diário de Pernambuco - Investimento na primeira infância é 'base para sociedade próspera', diz Fux

LEIA MAIS