Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Cartório de Sabaúna completa 100 anos com mudanças e evoluções na prestação de serviços

Publicado em: 31/08/2021
A nova instalação da serventia, as transformações digitais e a acessibilidade da estrutura foram destacadas em reportagem que mostra os avanços promovidos em uma serventia deficitária do Estado de São Paulo
 
Em agosto de 1921 era criado o Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais e Tabelião de Notas do Distrito de Sabaúna, comarca do município de Mogi das Cruzes, localizada no interior do estado paulista. E para comemorar seus 100 anos de história, a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP) conversou com o oficial da serventia, Mauro Barrionuevo Bertochi, e a colaborada mais antiga da unidade, Francyni Prince Arias, presente desde 2003 e atuando como tabeliã substituta.
 
Tendo assumido a serventia no ano de 2010, Bertochi foi responsável por grandes mudanças, principalmente nas instalações e no corpo de funcionários. Ao iniciar sua história no cartório, havia apenas uma funcionária no local, Francyni, a qual foi encarregada de auxiliar e estar ao lado de Mauro nas novas empreitadas.
 
“Fizemos um trabalho de reestruturação do cartório. Todos os investimentos possíveis foram feitos, inclusive a mudança da instalação teve muito a ver com a questão da estrutura da serventia, principalmente relacionada à acessibilidade”, lembra o oficial.
 
A mudança da sede ocorreu em 2012, dois anos após o ingresso de Mauro, que optou não apenas por oferecer maior comodidade e bem-estar aos clientes da serventia, mas também para aproximar mais ainda o cartório da população de Sabaúna. “Mudamos o cartório para o centro do distrito, o que fez com ele pudesse servir melhor à comunidade, principalmente no registro civil, por ter a questão da territorialidade dos atos”, disse o registrador.
 
No novo endereço, em uma maior instalação, novas necessidades apareceram, como aumentar o quadro de funcionários, que passou de um para cinco colaboradores. Mauro diz ainda considerar ter “promovido um renascimento do cartório”. “Ele sempre foi bem administrado, nossos arquivos são impecáveis, e isso deu muita tranquilidade quando assumi a serventia. Ela era muito bem gerida deste ponto de vista”, comentou o oficial.
 
Apesar de possuir uma área territorial de pouco mais de 78 mil km² e contar com uma população de 14 mil pessoas, Sabaúna passou por um grande progresso de modernização ao longo de sua história. Por estar localizada muito próximo ao centro do município de Mogi das Cruzes, sua evolução se deu em grande parte pelo crescimento da própria cidade. Mauro Bertochi comentou também sobre os empreendimentos deste município, que aumentaram ao longo dos anos, sendo sentidos também em Sabaúna.
 
“Grandes empreendimentos estão surgindo na área, loteamentos feitos com infraestrutura muito boa e planejados, isso gera um bom crescimento para toda a cidade”, diz Mauro, que se mostra esperançoso quanto ao crescimento do distrito de Sabaúna por ver “as coisas acontecendo de uma maneira muito razoável e boa”.  “Acredito que o futuro do distrito seja muito bom. Sou otimista quanto a isso”, concluiu.
 
Parte da comunidade
 
Francyni Prince Arias ingressou na serventia em 2003 e é a colabora mais antiga, tendo vivido sua infância e juventude na mesma rua do Cartório de Sabaúna, onde sua avó residia e que também atuou como interina por muitos anos. Arias é substituta do registrador e passou pelas mudanças ocorridas na serventia promovidas pelo atual titular.
 
“Quando ele [Mauro] resolveu mudar a instalação do cartório, continuamos no mesmo distrito, mas no novo endereço ficou muito mais acessível. Crescemos tanto na parte digital, que ele implementou, quanto no espaço, então pudemos dar mais comodidade e acessibilidade às pessoas”, lembra a colaboradora.
 
Francyni também comentou sobre a história da população de Sabaúna: “Nós fazemos parte da história toda das pessoas, por causa do registro civil. Então celebramos o casamento, lavramos a escritura do imóvel, registramos o filho, e muitas vezes até o óbito desta pessoa nós registramos. Essa participação de todo o histórico é bem marcante para nós, por sermos conhecidos do distrito”.
 
Avanço tecnológico ao longo de 100 anos
 
Em dez décadas de história, pode-se afirmar que muitas mudanças ocorreram, mas as principais e mais sentidas na comunidade foram as tecnológicas. Tanto o oficial Mauro, como a colaboradora Francyni, enfatizaram as diversas transformações técnicas ocorridas no Cartório e nas atividades registrais e notariais nos anos que atuaram na serventia.
 
“Quando realizamos a mudança da instalação do cartório também investimos em tecnologia, hoje sempre tentamos estar atualizados nesse sentido. Até porque não tem mais desculpa de ser uma serventia pequena nos dias de hoje. Você tem que se atualizar, tem que estar estruturado senão não consegue atender a demanda”, enfatizou Mauro.
 
O oficial lembrou ainda todos os projetos, mudanças e sistemas criados e aperfeiçoados ao longo dos anos pela comunidade cartorária. “Agora com o e-Notariadado, com as escrituras digitais, com a Central do Registro Civil, temos que estar com a estrutura tecnológica atualizada, para poder fazer uso destas ferramentas”, disse.
 
“Aliás, a atuação da Arpen/SP é exemplar no meu entender. Estão dando um apoio e uma preocupação com a estrutura geral, não apenas de uma serventia, mas toda a estrutura e interligação dos cartórios. Isso faz nós acreditarmos num futuro melhor”, comentou Mauro, que destaca que mais uma importante inovação está para ocorrer em Sabaúna.
 
Tendo já realizado a apresentação do novo projeto da Arpen/SP, o sistema Sofia Rei – o Software Inteligente do Registro Civil, que tem entre suas utilidades e responsabilidades a automatização das atividades da serventia, Mauro se diz animado quanto à instalação do software, programada para acontecer em breve.
 
“Sou otimista quanto ao futuro da atividade cartorária. Acho que cada vez mais, com a modernização, temos resolvido problemas, mas a estrutura central, o intercâmbio central com a comunidade é muito forte, e com muita crença por parte da população, é isso que eu sinto aqui no nosso dia a dia, no exercer da atividade”, disse Mauro.
 
Francyni também se mostrou esperançosa quanto ao futuro e os próximos 100 anos da serventia. “Espero a continuidade desse crescimento digital, porém sempre mantendo a mesma cordialidade no atendimento, esse serviço mais pessoal que temos aqui, por conta do distrito. E damos preferência a isso, a um recebimento mais afetivo dos clientes que chegam aqui no cartório”, concluiu a colaboradora.

Fonte: Assessoria de Comunicação - Arpen/SP
Deixe seu comentário
 
 
145589

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 149.707.504
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

Pedido de Providências - Certidão de inteiro teor

LEIA MAIS