Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Casal gay ganha guarda da filha após briga com mãe de aluguel na Justiça

Publicado em: 28/04/2016
Criança nasceu em janeiro de 2015 de barriga de aluguel na Tailândia. Pais tiveram que esperar mais de 1 ano para conseguir deixar país asiático.
O americano Gordon Lake e seu marido, o espanhol Manuel Valero, venceram a disputa na Justiça da Tailândia pela guarda da filha, que havia nascido em janeiro do ano passado de uma barriga de aluguel.

A briga começou depois que a mãe de aluguel, a tailandesa Patidta Kusonsrang, se recusou a assinar os documentos necessários após o nascimento da bebê chamada Carmen. Sem os papéis, o casal não pôde deixar o país asiático com a criança.

Os dois homens, que vivem na Espanha, passaram mais de um ano em Bangcoc lutando pela guarda da menina. Uma decisão da Justiça tailandesa na última terça-feira (26) deu a guarda ao casal.

Lake e Valero têm outro filho que nasceu de uma barriga de aluguel na Índia. Enquanto o casal estava na Tailândia brigando pela guarda de Carmen, o outro filho foi cuidado pela irmã de Valero na Espanha.

Barriga de aluguel

O país asiático sempre foi um destino popular de casais estrangeiros que buscavam mulheres para serem barrigas de aluguel. No entanto, após um casal australiano abandonar um bebê gerado no país por ter nascido com síndrome de Down, a lei foi alterada.

Em fevereiro de 2015, o governo tailandês aprovou uma lei proibindo casais estrangeiros de contratar barrigas de aluguel no país. Mas, no julgamento, a defesa do casal Gordon Lake e Manuel Valero sustentou que a filha tinha nascido antes de a lei entrar em vigor.

Fonte: G1
Deixe seu comentário
 
 
877770

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 150.351.030
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

CNJ debate multa a cartórios que não comunicam mortes ao INSS

LEIA MAIS