Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

Reunião Mensal da Arpen-SP destaca temas atuais do Registro Civil

Publicado em: 27/06/2016
Registradores civis paulistas reuniram-se na última sexta-feira (24.06) na sede da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP) para a reunião mensal do mês de junho que debateu os principais temas relacionados à atividade nos últimos meses. Coordenada pela presidente da entidade, Monete Hipólito Serra, o encontro contou com participação efetiva de associados.

Abrindo o encontro, o registrador civil de Jacareí, Marcelo Salaroli de Oliveira, falou sobre o Estatuto da Pessoa com Deficiência, que teve recente regulamentação por parte da Corregedoria Geral da Justiça do Estado de São Paulo. “Muitas das sugestões propostas pela Arpen-SP foram aceitas e ficou claro que os direitos humanos das pessoas, como casar, reconhecer filho, direito à reprodução, estão garantidos e não cabe ao Oficial entrar no mérito da escolha da pessoas com deficiência intellectual”, disse.

Salaroli ainda abordou a questão da representação pelo curador “que não pode dizer sozinho que o deficient quer casar”, mas pode auxiliar na tomada de decisão apoiada, uma inovação da nova regulamentação. “Acredito que a tomada de decisão apoiada, que pode ser nomeada pelo próprio requerente e registrada em cartório é uma boa medida para se resguardarem os direitos dos deficientes e também o próprio registrador”, disse.

Na sequência a presidente da Arpen-SP, anunciou que a entidade trabalha na edição de uma Cartilha de Gratuidades, baseada em decisões e jurisprudências sobre o tema, com o objetivo de orientar os registradores civis quanto aos pedidos de gratuidades, principalmente em habilitações de casamento. “É importante ressaltar que o registrador é responsável por fiscalizar as taxas públicas que fazem parte do processo de habilitação e é responsável pelo não recolhimento em caso de fraudes”, afirmou. “Nosso objetivo ;e padronizar este procedimento para evitar interpretações divergentes”, completou.

Sobre a recente alteração no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 13.456/2016), a Arpen-SP informa que o entendimento do Sindicato dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Sinoreg-SP) é de que a gratuidade universal refere-se ao reconhecimento de menores de idade. No caso de reconhecimento de maior, o ressarcimento incide quando houver declaração de pobreza.

Participando do encontro por meio de videoconferência, o vice-presidente da Arpen-SP, Leonardo Munari de Lima falou sobre a tramitação dos recentes projetos de lei que envolvem a atividade, como o PL 1983 e o PL 1775, além do Decreto Federal nº 8777/2016 que dá ampla publicidade aos atos registrais que são enviados pelos cartórios ao Sistema Nacional do Registro Civil (SIRC).

Presente à reunião, o também vice-presidente da Arpen-SP, Luis Carlos Vendramin Júnior, falou de sua experiência no Congresso de Gestores Públicos, onde apresentou a Central de Informações do Registro Civil (CRC) e as funcionalidades disponibilizadas aos órgãos públicos. “Saí convencido de que temos muito a mostrar para este público de gestores públicos que tem uma ausência de visão da nossa atividade e acredito que vão surgir novas e importantes parcerias”, disse.

Em seguida, Vendramin apresentou a nova funcionalidade que está em fase final de disponibilização na CRC – o sistema de busca para os usuários, que inicialmente atenderá ao Estado de São Paulo. Informou também que a Arpen-SP trabalha em um modelo padrão de requerimento para certidões de inteiro teor “uma vez que as divergências nos procedimentos de solicitação tem criado problemas”, finalizou.

Fonte: Arpen-SP
Deixe seu comentário
 
 
983087

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 150.349.798
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

SP registra maior número de uniões estáveis e casamentos homoafetivos do país

LEIA MAIS