Boletim Classificador

Acesse

Boletim Eletrônico

Cadastre-se
Busca

“O programa Prospera Jovem tem o objetivo de oportunizar ao cidadão em situação de vulnerabilidade social a construção de um projeto de vida próprio e autônomo”

Publicado em: 18/02/2021
Danilo Erly, coordenador do Programa pela Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, fala à Arpen/SP sobre os benefícios proporcionados pela iniciativa a jovens de baixa renda
 
Com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,711, a região do Vale do Ribeira é uma das mais pobres do estado de São Paulo. Localizada no sul paulista e ao leste do Paraná, a região tem população de 340 mil pessoas e é formada por municípios como Registro, Miracatu, Ilha Comprida, Sete Barras e mais 18 cidades. Como proposta para impulsionar o desenvolvimento do Vale do Ribeira, o governo estadual lançou, em 2019, o projeto denominado Vale do Futuro, com previsão de R$ 2 bilhões em investimentos para geração de empregos e renda até 2022.
 
Entre as ações envolvidas no projeto está o Prospera Jovem, uma iniciativa que promove o acompanhamento e a tutoria de jovens estudantes do ensino médio, moradores da região e em situação de vulnerabilidade social, para que seja possível a viabilização de um futuro próspero e saudável para eles e suas famílias.
 
Em entrevista à Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP), Danilo Erly, coordenador do programa Prospera Jovem na Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, esclarece dúvidas sobre a iniciativa, seus objetivos e como 400 jovens já foram beneficiados em 2020, além das perspectivas para outros estudantes e famílias neste ano.
 
Leia abaixo a entrevista completa:
 
Arpen/SP - Qual o objetivo do programa Prospera Jovem?
 
Danilo Erly - O programa Prospera Jovem tem o objetivo de oportunizar ao jovem em situação de vulnerabilidade social do Vale do Ribeira a construção de um projeto de vida próprio e autônomo, por meio da participação ativa em oficinas, acompanhamento de tutoria, oportunidades de capacitação e transferência de renda diretamente ao aluno em módulo de poupança. O Prospera Jovem é parte da Metodologia Prospera, que busca promover a mobilidade social e desenvolvimento humano a pessoas em situação de vulnerabilidade, rompendo o ciclo de perpetuação da pobreza. Para isso, vamos selecionar e mobilizar 4 mil jovens a partir do ciclo 2021, da região do Vale do Ribeira, como alunos do Prospera Jovem, e buscar desenvolver competências técnicas e fortalecer habilidades socioemocionais, do nono ano do ensino fundamental ao último ano do ensino médio, que se encontram em situação de vulnerabilidade social.
 
 
Arpen/SP - Quando o Programa foi lançado?
 
Danilo Erly - O Programa foi lançado em novembro de 2019 e estava previsto para ocorrer ao longo de todo ano de 2020. Porém, veio a pandemia e as restrições sanitárias que inviabilizaram o modelo presencial que estava planejado. Com a necessidade de repensar o Programa para não deixarmos os jovens desassistidos nesse momento de extrema dificuldade, adaptamos o Prospera Jovem e realizamos uma versão piloto, focada em alunos do terceiro ano do ensino médio e em formato digital. Foi um sucesso! Dos 400 participantes, tivemos um índice de aprovação de quase 80%.
 
 
Arpen/SP – Quantos jovens se inscreveram e participaram do projeto? Quando haverá novas inscrições?
 
Danilo Erly – No ciclo de 2020, em versão piloto, tivemos 400 jovens e 316 aprovados nas atividades propostas. As atividades pedagógicas foram realizadas entre os meses de outubro e dezembro de 2020. Em 2021, seguimos ainda em contato constante, acompanhando e auxiliando esses jovens nessa fase de transição.  Também teremos o Prospera Jovem 2021, que será 10 vezes maior. Estamos colhendo os aprendizados desse primeiro ciclo e aprimorando o Prospera Jovem para oferecer uma versão ainda melhor para 4 mil jovens do Vale do Ribeira.
 
 
Arpen/SP - Quais atividades fazem parte do cronograma do projeto?
 
Danilo Erly - O Programa prevê a realização de oficinas de mentoria e tutoria, o desenvolvimento de um projeto de vida, cursos de formação técnica e um incentivo financeiro, com o qual os jovens aprovados poderão concluir o Prospera Jovem com até R$ 5 mil em sua própria conta. 
 
 
Arpen/SP - De que forma os jovens participantes são apoiados e recebem suporte?
 
Danilo Erly - Ao longo de toda a trajetória do Prospera Jovem, os jovens são acompanhados por educadores sociais e psicológicos. A criação de vínculos entre esses profissionais qualificados e os jovens participantes é fundamental para a manutenção e engajamento dos jovens nas atividades propostas, alcançando, assim, o objetivo do Programa de fortalecer habilidades socioemocionais e desenvolver competências técnicas para a melhor inserção no mercado de trabalho.
 
 
Arpen/SP - O Programa é voltado apenas para jovens da região do Vale do Ribeira? Por quê?
 
Danilo Erly - Hoje, o Prospera Jovem é focalizado na região do Vale do Ribeira, pois faz parte do programa Vale do Futuro, do Governo do Estado de São Paulo. Esse projeto guarda-chuva busca transformar o Vale do Ribeira em polo produtivo e gerar oportunidades na região que, apesar de ter o maior Índice de pobreza multidimensional do estado, possui um enorme potencial de desenvolvimento local.
 
 
Arpen/SP - Quais são os outros critérios para fazer parte do Programa?
Danilo Erly - Poderão ingressar como beneficiários do programa jovens alunos do Vale do Ribeira, matriculados no nono ano do ensino fundamental ao último do ensino médio da rede estadual de ensino do estado de São Paulo, pertencentes a famílias cuja renda mensal per capita seja de até meio salário mínimo, e cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). A previsão é de que tenhamos 4 mil jovens participantes a partir de 2021.
 
 
Arpen/SP - Há o objetivo de ampliar o Programa para as demais áreas do estado de São Paulo?
 
Danilo Erly - Temos toda a intenção de levar o Prospera Jovem a todo o estado de São Paulo. Mas, como toda política pública do governo do estado, estamos realizando com seriedade e baseado em evidências. Não podemos apressar esse processo e tampouco desconsiderar as restrições orçamentárias. Hoje, não temos recursos disponíveis para ampliar o alcance territorial. Porém, o programa piloto já gerou grandes aprendizados e melhorias para o próximo ciclo. Agora, estamos focados em implementar o Prospera Jovem 2021, que será 10 vezes maior. Tendo sucesso e resultado comprovados, buscaremos meios para que chegue a todo o estado.
 
 
Arpen/SP - A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo possui outros projetos ou programas voltados ao apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social?
 
Danilo Erly - Em 2021, a Metodologia Prospera ganhará uma nova frente: o programa Prospera Família, voltado para os responsáveis de famílias monoparentais, com crianças de 0 a 6 anos e renda per capta de até R$ 89. A proposta é acompanhar, capacitar e incluir no mercado de trabalho aquelas pessoas que acumulam responsabilidades, por serem a única fonte de renda de uma família com crianças pequenas e estão ainda mais vulneráveis devido à pandemia. O programa está em formulação e deve estar disponível para as famílias do estado de São Paulo em breve.
 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Arpen/SP
Deixe seu comentário
 
 
148901

Código de Conduta da Arpen-SP


  1. O site da Arpen-SP incentiva o debate responsável. Está aberta a todo tipo de opinião. Mas não aceita ofensas.
    Serão deletados comentários contendo:
    • - Insulto
    • - Difamação
    • - Manifestações de ódio e preconceito
  2. É um espaço para a troca de idéias, e todo leitor deve se sentir à vontade para expressar a sua.
    Não serão tolerados:
    • - Ataques pessoais
    • - Ameaças
    • - Exposição da privacidade alheia
    • - Perseguições (cyber-bullying) e qualquer outro tipo de constrangimento
  3. Por questões de segurança, não serão aceitos comentários contendo comandos, tags ou hiperlinks.
    Se desejar indicar algum site, digite o endereço textualmente.
    Por exemplo: http://www.arpensp.org.br
  4. Incentivamos o leitor a tomar responsabilidade pelo teor de seus comentários e pelo impacto por ele causado: informações equivocadas devem ser corrigidas, e mal entendidos, desfeitos.
  5. O site defende discussões transparentes. Não se dispõem a servir de plataforma de propaganda ou proselitismo, de qualquer natureza.
  6. Dos leitores, não se cobra que concordem, mas que respeitem e admitam divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias.
  7. Ao critério da administração do site, serão bloqueados participantes que não respeitarem este conjunto de regras.

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo
Praça João Mendes, 52 - conj. 1102 - 11º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP 01501-000
Fone: (55 11) 3293-1535 - Fax: (55 11) 3293-1539
E-mail: arpensp@arpensp.org.br

Nº de Visitas: 144.338.732
Copyright © Assessoria de Comunicação da Arpen-SP

CNJ - Colégio de Corregedores dos Tribunais de Justiça tem nova composição

LEIA MAIS